Dentistas refazem sorriso de mulheres agredidas: de graça

1403
Foto: Apolônias do Bem
Foto: Apolônias do Bem

Dentistas brasileiros estão ajudando vítimas de violência doméstica a sorrirem novamente, sem gastar um centavo.

Eles mudam a vida de mulheres que perderam os dentes, a vontade de sorrir… e devolvem a elas a alegria e a dignidade. (vídeo abaixo)

Há 4 anos o dentista Fábio Bicanços, fundador da organização não-governamental Turma do Bem, criou o projeto Apolônias do Bem, que dá tratamento integral e gratuito para mulheres que foram agredidas em casa.

Atualmente, a ONG tem o apoio de 16 mil dentistas voluntários, espalhados por 12 países da América Latina e Portugal.

O projeto nasceu para atender mulheres que foram vítimas de violência em São Paulo, mas se estendeu para o Rio de Janeiro e Espírito Santo nos dois anos seguintes.

No futuro, a meta é ampliar a ação para todo o território nacional.

Em entrevista ao jornal Folha de S.Paulo, Bibancos, vencedor do Prêmio Empreendedor Social em 2006, afirmou: “Depois de passar pelo tratamento, elas renascem, conseguem mastigar e comer, fora a vaidade que desabrocha de volta”.

Foto: reprodução/Youtube / Apolônias do Bem
Foto: reprodução/Youtube / Apolônias do Bem

Para terem acesso ao tratamento, as mulheres passam por uma triagem feita por dentistas voluntários nos centros de atendimento nas cidades onde residem.

Cinco mulheres são espancadas a cada dois minutos no Brasil, segundo dados de 2011 da Fundação Perseu Abramo.

A instituição tem como foco prestar atendimento odontológico gratuito a adolescentes e jovens de baixa renda.

Veja como participar como voluntário, ou como paciente, aqui na página do projeto.

Assista o antes e o depois e as histórias de algumas mulheres que tiveram o sorriso e a vida renovados:

https://youtu.be/s5BneXwFohs

Com informações da Folha