USP cria antisséptico bucal de chá verde: previne cárie

695
Plantação de chá verde - Foto: Pixabay
Plantação de chá verde - Foto: Pixabay

Pesquisadores da USP de Ribeirão Preto criaram um antisséptico bucal à base de chá verde que faz bem para os dentes, previne cárie e deixa o hálito mais fresco.

Ele tem potencial para reduzir a placa bacteriana e, consequentemente, prevenir cáries e gengivites.

E mais: o enxaguante bucal pode ser engolido após o bochecho, sem efeitos colaterais.

Na composição, o antisséptico concentra catequina epigalocatequina-3-galato (ECGC), uma das substâncias da planta Camellia sinensis, cujo chá já é conhecido por diferentes benefícios à saúde e importante aliado da perda de peso.

O produto foi desenvolvido pela Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo de Ribeirão Preto.

Vantagens

A pesquisadora Marina Moscardini Vilela diz que o enxaguante natural não tem digluconato de clorexidina, encontrado nos produtos convencionais e cujo uso prolongado pode causar problemas como erosão, descoloração dos dentes e perda da sensibilidade oral.

“Ele não tem os efeitos colaterais dos enxaguatórios e tem aceitação melhor pelos pacientes, inclusive por crianças, porque não tem um sabor desagradável”, disse Marina ao G1.

A substância já foi patenteada e está em fase de negociação com investidores interessados.

A expectativa é de que o produto chegue aos consumidores em seis meses.

Com informações do G1