Último dia de inscrições: MedEnsina, cursinho pré-vestibular de graça

866
MedEnsina - Foto: divulgação|
MedEnsina - Foto: divulgação|

Terminam nesta terça-feira, 16, as inscrições para o MedEnsina, um cursinho comunitário gratuito de pré-vestibular onde os professores são alunos voluntários da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FM-USP).

“Preparamos nossos alunos para a prova de vestibular de todas as áreas e nossas turmas são anuais – de fevereiro a dezembro – com aulas diariamente, no período da noite”, diz a página do MedEnsina.

O curso, criado para democratizar o ensino, proporciona que pessoas de baixa renda tenham a oportunidade de fazer cursinho, sem pagar, e se preparar para o Ensino Superior.

“O MedEnsina se torna uma via de retorno social da Universidade Pública para a comunidade paulistana e uma forma de converter o processo segregador do vestibular, em uma via de ampliação da educação e da cultura”, disse Leandro Guimarães, um dos diretores do MedEnsina ao SóNotíciaBoa

Além das aulas há também plantões diários de dúvidas, simulados e aulas extras aos finais de semana.

Uma das beneficiadas foi Aline Paiva, aprovada na UFScar, que agradece pela ajuda que teve.

“Me ajudaram a criar uma visão mais político-social da vida, repensando certos comportamentos e atitudes que eu tinha, o que me fez perceber que sempre posso melhorar e ajudar aos outros, por menor que seja essa ajuda”, disse.

História

O curso foi criado em 2002 com apoio do Professor Doutor Paulo Saldiva, do Centro Acadêmico Oswaldo Cruz e da instituição.

“No início eram apenas 20 alunos e atualmente já temos mais de 150 voluntários. Ao longo dos 15 anos do MedEnsina, milhares de pessoas já participaram como alunos ou voluntários e deixaram sua marca em nossa história”, diz a página do MedEnsina.

O cursinho tem mais de 200 voluntários – todos alunos da FMUSP – que, entre outras atividades, ministram as aulas no perí­odo noturno (das 18h45 às 23h00) no prédio principal da Faculdade de Medicina.

Desde 2017 o MedEnsina conta com um sistema de reserva de vagas para autodeclarados negros e indígenas em acordo com a distribuição demográfica da Cidade de São Paulo.

Foto: divulgação
Foto: divulgação

Inscrições

As aulas são gratuitas e o material de estudo também. Leandro Guimarães explica que as apostilas são cedidas pelo Poliedro, um grande cursinho particular de São Paulo.

A única taxa cobrada é a de inscrição para o processo seletivo, que custa R$ 30.

O processo é formado por uma prova de múltipla escolha (testes) com questões sobre a matéria do ensino médio e uma avaliação socioeconômica.

As inscrições para o processo seletivo terminam nesta terça, 16/01 e devem ser feitas aqui.

As vagas são limitadas.

Serviço

Outras informações no site do MedEnsina

Na página do cursinho no Facebook 

Telefone: (11) 3061-9292

Por Rinaldo de Oliveira, da redação do SóNotíciaBoa