Viúvo de 75 faz balé para superar morte da esposa. Assista!

Billy nas aulas e com a esposa, Celia, na juventude Foto: reproduçãoBilly nas aulas e com a esposa, Celia, na juventude Foto: reprodução

Um viúvo de 75 anos, que mora em Rochester, Nova Iorque, EUA, está fazendo balé, após a morte da mulher dele, há 4 anos.

“Depois de perder Celia, decidi que queria me divertir o máximo possível na vida”, afirmou Bernard Billy, o aluno querido da academia de dança.

E o balé veio pra dar um novo sentido à vida dele, como uma forma de aliviar a perda de Celia, de 69 anos, que perdeu a batalha contra o câncer.

A ideia, segundo Billy, era poder fazer alguns amigos, mas agora ele está mesmo determinado a ser um bailarino.

“Eu não esperava passar no exame, porque fiquei com medo e achei que tinha sido reprovado”, explicou Bernard.

Aprender

Nem preconceito, nem vergonha, nem medo de fracassar. Nada disso! É sobre nunca deixar de aprender!

Depois de passar no primeiro exame na academia de dança, billy ficou encantado com o resultado e contou que nunca teve conquista semelhante na vida.

Ele também disse que recebeu incentivo de outros homens,  mais velhos, para entrar nas aulas e acabar de uma vez com a ideia de que aquilo era só pra mulheres.

No ano passado, o SóNotíciaBoa contou aqui, a história do seu Hélio, de 80 anos, do Rio de Janeiro, que tinha o mesmo sonho de dançar balé.

Xô depressão

O primeiro passo para Billy foi se livrar da televisão.

“‘Eu pensei:’ Vou me livrar disso e me forçar a sair ”, disse Billy.

Ele comemorou o primeiro certificado:

“Nunca pensei, quando entrei aqui há quatro anos, que hoje estaria com um certificado. É espetacular.”

Sobre as dificuldades para aprender a dançar aos 75 anos, Billy respondeu:

“Eu não acho que conseguirei lembrar doso os passos, nem levantar as bailarinas, mas eu vou continuar até que me ponham em uma cadeira de rodas”, brincou.

Veja Billy dançando nas aulas de balé:

Fotos: Mercury Press

Fotos: Mercury Press

billy_bale3

billy_bale2

Com informações do Metro

Espalhe notícia boa nas suas redes sociais. Siga o SNB no:

 

O conteúdo do SóNotíciaBoa é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.