Brasília tem a 1ª paciente curada de coronavírus, uma advogada

Daniela Teixeira - Giovanna Bembom / Metrópoles
Daniela Teixeira - Giovanna Bembom / Metrópoles

O Distrito Federal teve a primeira paciente curada de coronavírus nesta terça, 24. É a advogada Daniela Teixeira, que é conselheira federal da OAB, Ordem dos Advogados do Brasil.

Daniela recebeu o novo exame que testou negativo para Covid-19. A cura foi identificada 19 dias depois do contágio, que aconteceu em Fortaleza, no 5 de março, durante a III Conferência da Mulher Advogada.

Uma conselheira federal de Pernambuco testou positivo para Covid-19. No momento, a mulher está em isolamento e mais três conselheiras apresentaram sintomas da doença. As informações foram confirmadas por Felipe Santa Cruz, presidente da OAB Nacional.

Isolamento

Depois que a conselheira adoeceu, Daniela correu para fazer o teste, mesmo sem sintomas. O resultado positivo saiu em 16 de março e ela se isolou.

O marido e os dois filhos dela também fizeram o exame e o resultado deu negativo.

Felizmente, Daniela conta que sentiu apenas cansaço e dor de cabeça.

Exclusivo

Ela conversou com o SóNotíciaBoa por WhatsApp e disse como é importante ter positividade e notícias boas nesse momento.

“Você que está infectado, tenha esperança, mantenha-se afastado de pessoas negativas, notícias catastróficas. Agora é o momento de manter a sua sanidade, seu equilíbrio emocional é fundamental para que seu sistema imunológico: reaja”.

Falou sobre como a solidariedade ajuda nessas horas.

E quem não está [com coronavírus], seja solidário ajude quem está precisando. É hora de todos termos responsabilidade social: consumir só o que precisa e cumprir o isolamento social.

Daniela lembrou também que é importante procurar logo a ajuda médica.

“Esteja em contato permanente com o médico de confiança e siga todas as orientações dele. Você vai superar também”.

Medo

A advogada deixou uma mensagem – divulgada pelo Correio Braziliense – às pessoas que estão com medo e tensos por causa do coronavírus:

“A minha cura manda 3 recados:

De esperança a todos os que estão infectados. Só quem passou pelo vírus sabe o tamanho do pânico que ronda o nosso espírito, o medo de contaminar um ente querido ou de apresentar sintomas graves de uma hora para outra. Se o mundo tem medo do vírus, imaginem o que passa uma pessoa contaminada. É uma benção chegar ao final do ciclo do vírus bem e com saúde.

De medo: tenham medo do vírus, fiquem em quarentena. Eu peguei o vírus em um evento de trabalho “muito importante que eu não poderia faltar”. Pois, eu deveria ter faltado e faria tudo para voltar no tempo. Fiquem em casa!

De gratidão: aos profissionais de saúde, especialmente a diretora do Inca dra. Nubia Welerson, o diretor do Iges, Dr. Francisco, e ao governador Ibaneis, que se mostrou o melhor gestor da crise no país”.

Por Rinaldo de Oliveira, com informações do CorreioBrazilienseMetrópoles e SNB

Espalhe notícia boa nas suas redes sociais. Siga o SNB no: