Rio e Brasília dão alimentos a famílias carentes na quarentena

Ilustração: prato comercial - Foto: reprodução /PU
Ilustração: prato comercial - Foto: reprodução /PU

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, anunciou que vai distribuir, agora na quarentena, cestas básicas para um milhão de famílias carentes, em sua maioria chefiadas por mulheres.

O benefício será para quem estiver na extrema pobreza, na pobreza e pessoas de baixa renda, que recebem abaixo de meio salário mínimo.

“Na primeira fase, vamos atender famílias da capital, da Baixada Fluminense, São Gonçalo e Itaboraí. A fome não espera”, disse o governador nesta quarta, 25.

Witzel também garantiu o pagamento de todos os servidores apesar da crise econômica e voltou a pedir que as pessoas fiquem em casa.

Brasília

Em Brasília, o Governo do Distrito Federal anunciou que dinheiro da bolsa alimentação, para as crianças atendidas pelas creches credenciadas pelo GDF, será creditado até a próxima quarta-feira, dia 1° de abril.

As famílias vão receber R$ 60 por criança matriculada.

A bolsa é de R$ 150 por mês e será paga proporcionalmente ao período que durar a quarentena pela Covid-19, segundo portaria que regulamenta o programa.

Em edição extra do Diário Oficial do DF, desta terça-feira (24), a previsão é que o período de suspensão das aulas dure até 5 de abril.

Caso o prazo de interrupção seja prorrogado, a bolsa continuará sendo paga.

Quase 20 mil famílias receberão o benefício.

O valor total do investimento durante a suspensão das aulas é de R$ 1,250 milhão.

Os cartões do BRB – Banco Regional de Brasília – começarão a ser entregues esta semana.

Para evitar aglomerações, os cartões serão entregues em grandes escolas, uma por regional de ensino da região onde as creches estão localizadas e será feito de forma gradativa.

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, decidiu criar a bolsa após decreto que obrigou as creches a fecharem as portas devido à pandemia do coronavírus.

Com informações da AgênciaBrasília e Extra

Espalhe notícia boa nas suas redes sociais. Siga o SNB no: