China suspende isolamento em Wuhan após 76 dias, com festa

2379

A China suspendeu o isolamento social após 76 dias em Wuhan, cidade onde o coronavírus foi detectado pela primeira vez em dezembro do ano passado.

A volta das pessoas às ruas, com máscaras e proteção, foi comemorada com Luzes nos prédios. Assim terminou o confinamento de longas 11 semanas. É o mais recente marco na luta da China contra o Covid-19.

A metrópole de 11 milhões de habitantes estava isolada do mundo exterior desde 23 de janeiro, em um esforço sem precedentes para conter o surto.

A liberação começou nesta quarta-feira, 8. Moradores e visitantes puderam deixar Wuhan, após o transporte de trens, aviões e estradas serem reabertos.

A autoridade ferroviária de Wuhan estimou que mais de 55.000 passageiros devem deixar Wuhan de trem, 40% com destino à região do Delta do Rio das Pérolas, um importante centro industrial na China, segundo a emissora estatal CCTV.

Mesmo com a reabertura da cidade, ainda permanecem algumas restrições para evitar novas infecções.

Sem novas infecções

E o isolamento social, que terminou nesta quarta, deu certo. O país revelou que não teve novas infecções locais nas últimas semanas.

Luo Ping, oficial de controle de epidemias em Wuhan, disse à CCTV que o fim do isolamento social marca um “reinício total” das atividades econômicas e sociais.

Mas ele pediu cuidado e alertou que a cidade enfrenta uma tarefa árdua que impede casos importados e a recorrência de infecções locais.

“Depois que o trabalho e a produção foram retomados, aumentaram o movimento de pessoas e o risco de infecções cruzadas, em reuniões de massa. Alguns moradores baixaram a guarda e não usam máscaras quando saem pelas ruas”, disse ele à emissora.

“A reabertura de Wuhan não significa que tudo está bem, nem o relaxamento das medidas de prevenção e controle de epidemias (dentro da cidade)”, disse ele.

Wuhan reaberta - Foto: reprodução / TVGlobo
Wuhan reaberta – Foto: reprodução / TVGlobo
Wuhan reaberta - Foto: reprodução / TVGlobo
Wuhan reaberta – Foto: reprodução / TVGlobo

Com informações da CNN

Espalhe notícia boa nas suas redes sociais. Siga o SNB no: