Alemanha corre para anunciar vacina com resposta “forte” contra Covid

Vacina em testes - Foto: Getty Images
Vacina em testes - Foto: Getty Images

Que competição interessante para o mundo! No mesmo dia em que saiu o resultado da vacina de Oxford contra Covid-19, a Alemanha correu para anunciar que a vacina das farmacêuticas Pfizer e BioNTech, em testes no país, também teve respostas imunes “fortes”.

Os resultados foram divulgados nesta segunda, 20. As farmacêuticas revelaram resultados promissores de potencial imunização contra o novo coronavírus

A Pfizer e BioNTech foram além: informaram que foram verificadas respostas imunes “fortes” e em velocidade anterior ao prazo estimado das chamadas células T, consideradas fundamentais para protegerem um organismo do novo coronavírus.

Efeitos colaterais

A pesquisa também não registrou efeitos colaterais graves nas pessoas que testaram a vacina.

Os eventos adversos mais agudos foram sintomas de gripe e reações no local da injeção.

Mas as reações, de acordo com o comunicado, foram transitórias e de intensidade entre leve e moderada.

“Foram situações resolvidas espontaneamente, ou poderiam ser gerenciadas por medidas simples”, diz a nota.

Publicação

Os avanços ainda precisam ser avaliados por pares para posterior publicação em revista científica.

No início deste mês, as farmacêuticas alemãs haviam informado sobre a boa resposta na produção de anticorpos, na primeira fase do estudo, que contou com 45 adultos.

Na ocasião, elas anunciaram que estavam prontas para produzir 1,2 bilhão de doses dessa vacina contra a Covid-19.

Com informações do Metrópoles