Crucifixo salva menino de bala no peito: “Milagre de Ano Novo”

2547
Crucifixo com parte de trás atingida e parte da frente intacta - Fotos: José Romero Silva/Twitter
Crucifixo com parte de trás atingida e parte da frente intacta - Fotos: José Romero Silva/Twitter

Milagre de Ano Novo”, é assim que a imprensa argentina está chamando o caso de um menino que foi salvo de um tiro graças a um crucifixo que carregava no peito.

A bala, que não se sabe de onde partiu, foi disparada duas horas antes do Réveillon. O menino mora na província de Tucumán.

De acordo com o relatório da policia, divulgado pela mídia local, o garotinho de 9 anos chamado Tiziano, mora na cidade de Las Talitas e deu entrada no Hospital del Niño Jesús com “um ferimento superficial no tórax e que foi produzido por uma arma de fogo”.

O crucifixo

A família afirmou ao jornalista José Romero Silva, da Telefé, que o crucifixo que Tiziano usava pendurado no pescoço impediu que o projétil entrasse no corpo do menino.

Os pais também enviaram ao repórter as fotos do crucifixo danificado pelo impacto da bala.

José Romero Silva compartilhou as fotos no seu Twitter dizendo:

“Milagre do Ano Novo: ontem à noite, minutos antes das 00h00, uma bala perdida atingiu uma criança no peito em Las Talitas. Mas o impacto foi sobre um crucifixo que o menor estava usando”.

“O Cristo ficou intacto e a criança teve um ferimento pela fricção”, continuou o jornalista.

As imagens

Nas fotos é possível ver imagens do crucifixo com um furo no centro, ao lado do projétil usado.

Outra fotografia mostra uma mulher carregando o menino nos braços, em frente ao hospital onde ele foi socorrido.

O Hospital del Niño Jesús confirmou à mídia local (eltucumano.com) que o pequeno Ticiano deu entrada com ferimento a bala.

Fontes do hospital disseram à mídia local sobre o impacto da bala no crucifixo: “Não foi descoberto no ato médico, a família contou sobre o crucifixo”.

Veja as fotos:

Parte trazeira do crucifixo - Foto: José Romero Silva / Twitter
Parte trazeira do crucifixo – Foto: José Romero Silva / Twitter
Parte da frente do crucifixo - Foto: José Romero Silva / Twitter
Parte da frente do crucifixo – Foto: José Romero Silva / Twitter
Menino na saída do hospital - Foto: José Romero Silva/ Twitter
Menino na saída do hospital – Foto: José Romero Silva/ Twitter

Agora o post do jornalista no Twitter:

Com informações da Aciprensa e Telefe