Garoto humilhado, com paralisia cerebral, tem dia de rei no futebol

1003
Jogadores comemoram o gol com um garoto que tem paralisia cerebral, humilhado por querer ser goleiro - Foto: reprodução
Jogadores comemoram o gol com um garoto que tem paralisia cerebral, humilhado por querer ser goleiro - Foto: reprodução

Humilhados serão exaltados! Aconteceu de novo e agora foi com um garoto com paralisia cerebral.

Rhys tem paralisia cerebral tetraplégica e epilepsia e sofreu humilhação nas redes sociais há algumas semanas, quando fez uma publicação dizendo que queria ser goleiro.

Só que os jogadores do time inglês Fulham souberam da maldade que fizeram com o menino e decidiram dar um dia de rei do futebol para Rhys.

Durante uma partida, eles correram para a arquibancada, comemoraram um gol com o jovem Rhys Porter, de 13 anos, e fizeram questão de homenageá-lo.

Mais que isso: como resposta aos ataques que recebeu, Rhys abriu uma campanha de arrecadação online para ajudar instituições que cuidam de crianças deficientes.

O objetivo era arrecadar 5 mil libras (aproximadamente R$ 37 mil). A campanha já está com 4 vezes mais: 20 mil libras.

A homenagem

A a ideia de homenagear o menino o que havia sido humilhado partiu do jogador Aleksandar Mitrovic, que marcou o gol da partida.

Ele chamou outros atletas e todos atravessaram a grade da arquibancada para comemorar com Rhys.

O vídeo desse momento está circulado nas redes sociais e mostra a empatia sem tamanho dos atletas.

Ataques

O garoto usa o amor pelo futebol como uma forma de se exercitar e melhorar seu quadro de saúde.

Em um desses momentos, ele resolveu publicar um vídeo treinando e disse que queria ser goleiro. Após a publicação, Rhys sofreu diversos ataques nas redes socais.

Até que a história chegou aos jogadores do Fulham. O clube então preparou uma surpresa para Rhys e levou o garoto ao centro de treinamento para treinar com os goleiros do time principal, Marek Rodak e Paulo Gazzaniga.

Ele conheceu os jogadores, tirou fotos e teve um dia muito especial. Rhys ainda ganhou uma credencial, na qual o Fulham o reconhecia como um jogador do time.

O jogo terminou em 1×1, mas os atletas do Fulham comentaram em entrevista que aquele tinha sido um dos gols mais especiais do time!

Veja como foi a homenagem dos jogadores ao menino:

Com informações de Trivela