Estádio inteiro acena para crianças do hospital do câncer [vídeo]

703
O Estádio inteiro de Iowa acenando para crianças internadas no hospital do câncer - Fotos: reprodução / @sportscenter e @espncfb
O Estádio inteiro de Iowa acenando para crianças internadas no hospital do câncer - Fotos: reprodução / @sportscenter e @espncfb

Que imagem linda! Um estádio inteiro acenando para crianças do hospital do câncer, que fica atrás do campo, para levar alegria e esperança aos internados. (vídeo abaixo)

A homenagem foi em Iowa, nos EUA, no mês passado e o vídeo voltou a circular agora nas redes sociais por conta do Dia das Crianças.

A ideia de acenar para os pacientes do Stead Family Children’s Hospital da Universidade de Iowa se repete há cinco anos seguidos. Virou tradição anual dos torcedores e jogadores reservar um momento para colocar o futebol de lado durante cada jogo em casa.

Paciente que participa

Morgan Labelle foi um desses pacientes. Aos 17 anos, ela soube que tinha leucemia linfoblástica aguda de células B. Desde então, ela está dos dois lados: como paciente e dentro do estádio fazendo a onda de acenos.

“Quando você pode ter um momento especial com milhares de pessoas, mas não estar cara a cara com elas, é realmente incrível”, disse Morgan.

Agora em remissão, ela diz que esse ato da torcida é algo que ficou com ela e com outros pacientes desde que começou, cinco anos atrás.

“Eu posso apenas dizer a magnitude do quanto isso significa para as crianças e famílias no hospital, e quanto significa para os fãs também acenar para as crianças”, disse Morgan.

Significa muito para os pacientes

Na era da COVID-19 e nos limites de visitantes e outros contatos, Morgan sabe o quanto a onda significa para os pacientes atuais.

“Na minha cabeça, eu sei que eles estão muito felizes em conseguir ver a onda porque durante o COVID não há voluntários, ninguém que pode sair com eles como aqueles voluntários”, disse Morgan. “Então, eu sei que para essas famílias é apenas uma pequena pausa em vez de pensar sobre seu diagnóstico.”

O que ela testemunhou com bondade e generosidade também influenciou sua decisão na faculdade.

“Agora sou uma estudante do terceiro ano da Universidade de Iowa, estudando enfermagem e psicologia na esperança de ser psicóloga”, disse Morgan.

Assista ao vídeo que está de volta às redes sociais:

Com informações do KCRG, @sportscenter e @espncfb