Menino que sofreu bullying por nanismo tem dia de glória na Austrália

Quaden em campo com os jogadores - Foto: AAPQuaden em campo com os jogadores - Foto: AAP

Um dia de glória para Quaden! Depois de emocionar o mundo no vídeo em que pede uma corda à mãe para se matar – por causa do bullying que sofre na escola por ter nanismo – o menino Quaden Bayles foi ovacionado neste sábado, 22.

Ele simplesmente entrou em campo puxando a equipe e vestindo a camisa dos heróis do rugby, da equipe NRL All-Stars Indígena. A multidão no Cbus Super Stadium, na Costa Dourada, na Austrália, explodiu quando viu Quaden entrando de mãos dadas com o capitão Joel Thompson, antes da partida contra o Maori All-Stars. Assista ao vídeo aqui.

Nas redes sociais, fãs disseram que ficaram arrepiados e com um nó na garganta quando viram o garoto entre os heróis dele.

Antes da partida, Quaden posou para fotos com o comentarista e ex-astro do North Queensland Cowboys, Johnathan Thurston e ficou com os jogadores no camarim indígena.

A treinadora Laurie Daley disse: “Queremos abraçá-lo e incluí-lo em algumas de nossas atividades nas próximas 48 horas, ele e sua família, apenas para mostrar que nos importamos e que estamos aqui para ele”.

Vigaristas e fake news

Infelizmente, a história comovente também atraiu a atenção de vigaristas da internet e gente má.

A mãe de Quaden fez um alerta sobre páginas não autorizadas de captação de recursos, que alegavam estar arrecadando dinheiro para seu filho. (vídeo abaixo)

Yarraka também negou teorias da conspiração de que Quaden teria 18 anos e o vídeo dela teria sido organizado para ganhar dinheiro. Tudo mentira! Fake News!

Também em defesa de Quaden veio o rapper Cardi B, que disse:

“Todo mundo continua dizendo que ele está mentindo sobre a sua idade. Realmente não acho que ele esteja mentindo sobre a idade dele. E só porque há vídeos dele usando fio dental e agindo como gângster, e agindo de forma legal e tudo mais, isso não significa que as crianças não o agridem”, afirmou.

Antes do vídeo ser publicado, o garoto já tinha mais de 90 mil seguidores no Instagram e foi visto usando roupas caras de grife. Mas nada disso significa que Quaden não seria intimidado na escola e nenhuma prova concreta foi oferecida pelos céticos.

Uma foto do garoto ao lado de uma placa do número 18 iluminada está circulando , mas um post em sua conta no Instagram mostra que ele estava comemorando o aniversário de seu amigo Garlen – não o dele.

Em 2015, Quaden e sua mãe apareceram no estúdio 10 da Austrália sobre conscientizar sobre sua condição e o bullying que ele sofre. Ele tinha quatro anos na época e claramente aparenta essa idade durante a entrevista.

Solidariedade

Na última quinta-feira, depois que o vídeo do menino foi postado, o All-Stars Indígena mandou uma mensagem para Quaden.

Latrell Mitchell, estrela do NRL, disse: ‘Ei Quadey … Só queria lhe desejar o melhor, irmão. Sabemos que você está passando por um momento difícil, mas os meninos estão aqui’. – Nós te apoiamos, estamos aqui para ajudá-lo. Só queremos ter certeza de que você está bem. – Queremos você por perto, queremos que você nos conduza no fim de semana. Isso vai significar mais para nós do que para você. – Apenas certifique-se de cuidar de si mesmo e, com sorte, poderemos vê-lo nos próximos dias.

Quaden também recebeu mensagens comoventes de famosos como o ator de X-men Hugh Jackman, de Mark Hamill, que interpretou Luke Skywalker em Guerra nas Estrelas e do humorista Brad Williams, que também tem nanismo e abriu uma vaquinha do GoFundMe para Quaden Bayles.

Quaden em campo - Foto: AAP

Quaden em campo – Foto: AAP

Quaden recebe cumprimentos - Foto: AAP

Quaden recebe cumprimentos – Foto: AAP

Quaden emociona multidão - Foto: AAP

Quaden emociona multidão – Foto: AAP

Dia de glória para Quaden - Fotos: AAP

Dia de glória para Quaden – Fotos: AAP

Veja entrevista da mãe:

Com informações do Metro

Espalhe notícia boa nas suas redes sociais. Siga o SNB no:

O conteúdo do SóNotíciaBoa é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.