Professor doa dinheiro para trabalho escolar e se emociona com troco de R$ 2

1004
Formado pela UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), Thales dá aula desde 2017 e atualmente faz uma pós-graduação. Foto: reprodução twitter
Formado pela UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), Thales dá aula desde 2017 e atualmente faz uma pós-graduação. Foto: reprodução twitter

O professor de geografia, Thales de Oliveira da Silva, se emocionou com um gesto de honestidade de alunos de uma pequena escola no bairro Jardim Brasil, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense, RJ.

O educador decidiu doar R$ 8 para que seus alunos comprassem material para um projeto da disciplina. As crianças devolveram o pix com R$ 2, afirmando que o valor tinha sobrado da compra.

A postagem dele no twitter (abaixo) acabou viralizando nas redes com milhares de curtidas e comentários.

O troco

Formado pela UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), Thales dá aula desde 2017 e atualmente faz uma pós-graduação.

Ele propôs um projeto que ajudasse as crianças a criar uma laço com a memória do lugar onde vivem.

Então, os estudantes foram incentivados a visitar espaços culturais de sua cidade e pensaram em realizar uma obra de arte para simbolizar a Baixada.

“O 9º ano resolveu apresentar um teatro de fantoches, em que cada fantoche representaria algum bairro de Belford Roxo. E essa representação abriu debates interessantes.

Conversando com eles na véspera da apresentação, questionei sobre os fantoches serem brancos e loiros, e eles passaram a perceber que, realmente, os fantoches não eram tão representativos.

Então eles se propuseram a mudar os fantoches, mas não tinham dinheiro para comprar meias e barbantes para a confecção.

A devolução dos R$ 2

Então, eu disponibilizei os R$8,00 que eles precisavam e, à noite, recebi a devolução de R$ 2,00 de uma menina de 14 anos, porque havia sobrado. Isso me emocionou”, contou o professor ao IG.

“Fiquei muito emocionado, isso me revelou tanta coisa. Dos R$ 8 que eu doei para comprar TNT e corda barbante, eles me devolveram R$ 2. Estamos falando de crianças do Jardim Brasil em Belford Roxo”, comentou à GQ.

“Essa turma é uma turma muito fofa, alunos dedicados. Chegaram até mim com a ideia de retratar os bairros de Belford Roxo com fantoches. Coisa simples, mas o projeto já dava uma grana que o colégio não tinha. Aí fiz o PIX para ajudar”, conta.

O professor contou a história no Twitter e recebeu mais de 120 mil curtidas na rede.

Confira a publicação de Thales:

Com informações do Hypeness