Menina de 9 anos abre loja de chocolates sozinha e ganha prêmio

997
Aos 8 anos de idade, Julia planejou como seria a própria empresa de chocolate. — Foto: Arquivo pessoal
Aos 8 anos de idade, Julia planejou como seria a própria empresa de chocolate. — Foto: Arquivo pessoal

A Julia Arléo tem apenas 9 anos, mas sabe muito bem o que quer ser quando crescer: produtora de chocolates. E foi para alimentar esse sonho, que a garota abriu sozinha uma loja do doce para ajudar toda a família.

A família produz cacau em uma lavoura na cidade de Ilhéus, interior da Bahia e foi pela proximidade com a matéria-prima principal do chocolate, que Júlia começou a empreender, mesmo tão pequena.

“A gente produz o cacau com carinho e eu sabia que outras pessoas faziam o chocolate com o nosso cacau. E aí eu pensei: se outras pessoas fazem, por que a gente não pode fazer também?”, conta a menina.

Foi a partir dessa vontade que Julia iniciou o “Chocolate da Ju” no Instagram. Além de mostrar todos os produtos, a menina ainda explica o processo de fabricação e mostra curiosidades sobre o doce.

A dedicação da Julia tem levado a empresa dela cada vez mais longe. Um dos chocolates que ela produz, a barra 70% cacau, ficou em 3° lugar no prêmio CNA Brasil Artesanal, sendo considerada uma das melhores do país.

Brincadeira séria

A ideia de empreender aumentou o ano passado, quando Julia ficou sem as atividades escolares devido a pandemia.

Como ela cresceu frequentando plantações de cacau, passou a acompanhar ainda mais o pai Lucas e a mãe Juliana.

“Ela sempre gostou, sempre ia aos finais de semana e aí começou a me acompanhar um pouco mais na fazenda, mais de perto. Também foi uma forma de a gente sair de casa. Ela ia me acompanhando nas quebras (do cacau) e aí foi tomando gosto e foi se apaixonando também”, explica o pai.

Lucas conta que sempre recebia os chocolates produzidos pelos clientes da fazenda. E foi em um desses momentos que Julia brincou, dizendo que queria ter a própria loja de doces.

Páscoa da virada

Na Páscoa de 2020, a família decidiu “brincar de produzir chocolate” e até conseguiu vender alguns ovos. A Julia, então, ficou ainda mais apegada à ideia de ter a própria loja e, no aniversário de 8 anos, pediu de presente uma melanger, máquina que ajuda a transformar o grão em chocolate.

“Então unimos o útil ao agradável e começamos, como ela falou, em uma brincadeira e tudo foi tomando corpo, ficando sério, gostamos da coisa”, diz Lucas.

Para Julia, a pequena loja já é um grande investimento para o futuro.

“Vou falar o meu sonho para o futuro: é ter uma loja de chocolate e fazer uma estrutura de dinossauro para colocar em frente da loja. Vai derreter? Vai. Mas eu quero fazer”, prometeu a garota.

Julia prepara o chocolate juntamente aos pais, Lucas e Juliana. — Foto: Arquivo pessoal
Julia prepara o chocolate juntamente aos pais, Lucas e Juliana. — Foto: Arquivo pessoal
Julia acompanha toda o processo de produção do cacau — Foto: Arquivo pessoal
Julia acompanha toda o processo de produção do cacau — Foto: Arquivo pessoal

Com informações de Mercado do Cacau