Vendedor humilhado no Carrefour volta ao trabalho e recebe apoio de clientes

1631
Pedro, o vendedor humilhado no Carrefour voltou ao trabalho e tem recebido o carinho dos clientes que agora só querem comprar com ele - fotos: arquivo pessoal
Pedro, o vendedor humilhado no Carrefour voltou ao trabalho e tem recebido o carinho dos clientes que agora só querem comprar com ele - fotos: arquivo pessoal

Muita coisa aconteceu na vida de Pedro Monteiro da Silva, de 22 anos, o vendedor humilhado no Carrefour. Ele ficou conhecido após um vídeo em que aparecia limpando o chão de joelhos a mando da gerente da loja.

Muitos internautas estão apoiando o Pedro através na vaquinha que fizemos para ele. Clique aqui para também fazer parte dessa corrente do bem.

A primeira notícia boa é que ele voltou a trabalhar e tem recebido dos clientes muito carinho! Para você ter uma ideia, ele nos contou que essa semana uma pessoa fez compra de R$ 15 mil com ele, como uma forma de apoiá-lo, após toda essa turbulência em sua vida.

Ele contou também que não foi só um, mas que nessa primeira semana na volta ao trabalho, todos os clientes fizeram questão de comprar com ele!

Que coisa linda, não?!

Gerente foi demitida

Em nota enviada à nossa equipe, o Carrefour informou a demissão da gerente. Confira na íntegra:

“A empresa informa que a colaboradora foi desligada e reforça que irá realizar um treinamento com todos os colaboradores da unidade para que casos como este não voltem a se repetir. Estamos à disposição do MPT para prestar todos os esclarecimentos necessários. Reiteramos que repudiamos todo e qualquer comportamento indevido por parte de todos os colaboradores”.

Acompanhamento psicológico

Pedro também deu início a acompanhamento psicológico que está sendo realizado com o apoio do Carrefour.

Quando o que aconteceu com ele ficou conhecido no Brasil todo, ele tinha sido afastado do trabalho por conta de uma grande crise de ansiedade.

Ele está se cuidando e recebendo muito carinho de todos nós.

Vaquinha ajudará pais que moram em barraco improvisado

Pedro relatou que usará o valor da vaquinha para comprar telhas e tijolos para o barraco dos pais que vivem em comunidade de Campo Grande.

Para contribuir com a vaquinha, é só clicar aqui.