Mototaxista tem vida transformada após encontrar e devolver US$ 50 mil

-
Por Monique de Carvalho
Compartilhar
Imagem de capa para Mototaxista tem vida transformada após encontrar e devolver US$ 50 mil
Embora pareça deslocado na turma do sexto ano, Emmanuel Tuloe não se incomoda com a diferença de idade — Foto: BBC

A história do que aconteceu com o mototaxista Emmanuel Tuloe é inspiradora! Ele viu a vida mudar aos 19 anos, após encontrar e devolver US$ 50 mil (aproximadamente R$ 230 mil).

Refletindo sobre a forma como algumas pessoas zombaram dele por devolver o dinheiro, Emmanuel admite que poderia ter usado o dinheiro para melhorar a situação financeira da família, “mas eu nunca teria tido as oportunidades que tenho agora”, disse, se referindo às várias recompensas que recebeu pela sua honestidade.

A honestidade fez o adolescente pensar sobre diversos valores. Isso o motivou a voltar a estudar e pensar em um futuro melhor para ele e para a família. Hoje os planos de Emmanuel são concluir o ensino médio e entrar para alguma universidade na Libéria, onde ele vive.

Honestidade não tem preço

Quando viu as coisas apertando em casa, Emmanuel largou a escola, ainda no ensino fundamental, porque precisava trabalhar.

Ele passou a transportar passageiros em uma moto e foi justamente quando as coisas mudaram completamente para o jovem.

Em 2021, enquanto retornava de uma corrida, Emmanuel encontrou dólares e notas liberianas embrulhados em um saco plástico na beira da estrada. O montante somava US$ 50 mil.

Ele poderia facilmente ter guardado aquela quantia, mas decidiu entregá-la para a tia cuidar. Quando o dono pediu ajuda pela rádio nacional para encontrar o dinheiro, Emmanuel apareceu e o devolveu.

Recompensas que recebeu

Na época, muitos falaram que Emmanuel era burro em devolver o valor. Muitos dos amigos e até familiares ridicularizaram o jovem honestidade – as pessoas zombavam dele dizendo que morreria pobre.

Só que depois de o ato de bondade desse jovem virar notícia, tudo começou a mudar.

A primeira recompensa que Emmanuel ganhou foi uma vaga no Ricks Institute, uma das escolas mais prestigiadas da Libéria.

O presidente George Weah deu a ele US$ 10 mil (R$ 46 mil) e o dono de um meio de comunicação local também doou dinheiro para o jovem.

O homem para quem Emmanuel devolveu o dinheiro, doou US$ 1.500 (R$ 6.900) em compras para a família também.

Além de tudo isso, e talvez de forma mais significativa, uma universidade nos Estados Unidos ofereceu ao jovem uma bolsa integral para logo depois de ele terminar o ensino médio.

De volta aos estudos

E foi motivado a buscar uma vida melhor nos Estados Unidos, que Emmanuel decidiu retomar as aulas.

Agora, ele se dedica a concluir os estudos no instituto Rick, mesmo sendo o maior e mais velho da turma.

“Estou confortável na escola. Não porque Ricks tem um nome com tanto prestígio, mas por causa das disciplinas acadêmicas e morais”, disse Emmanuel, sorrindo.

De olho no futuro

Olhando para o futuro, ele quer fazer faculdade de contabilidade “para se preparar para ajudar a orientar o bom uso do dinheiro do país”.

O jovem agradeceu a Deus por lhe dar as recompensas e também expressou “gratidão” aos pais dele por terem “inculcado nele a honestidade”.

“Minha mensagem para todos os jovens é: ‘É bom ser honesto; não pegue o que não pertence a você”, concluiu.

O prestigioso Instituto Ricks está localizado em um campus arborizado a oeste da capital, Monróvia — Foto: BBC

O prestigioso Instituto Ricks está localizado em um campus arborizado a oeste da capital, Monróvia — Foto: BBC

Com informações de Terra