Homem compra casa, doa para família de refugiados da Ucrânia e provoca corrente do bem

-
Por Monique de Carvalho
Compartilhar
Imagem de capa para Homem compra casa, doa para família de refugiados da Ucrânia e provoca corrente do bem
O inglês doou uma casa avaliada em R$ 600 mil para a família de refugiados - Foto: arquivo pessoal

Um homem encontrou uma forma muito nobre de apoiar os refugiados da Ucrânia. O inglês Jamie Hughes simplesmente comprou uma casa e doou para uma família de quatro pessoas e provocou uma corrente do bem com a boa ação dele.

O imóvel de três quartos fica em Wrexham, no País de Gales e custou £ 100.000 (aproximadamente R$ 600 mil).

Maria e os três filhos, de 10, 12 e 14 anos, foram as pessoas que receberam o imóvel de Jamie. Ela mudou para o país em abril, após perder tudo na Ucrânia.

Ajuda ao próximo

Jamie contou que decidiu comprar o imóvel porque sentia vontade de fazer o que pudesse para ajudar os refugiados.

Ele contou que acha a situação da Ucrânia muito delicada e era “absolutamente devastador ver milhões de pessoas fugindo – as bombas explodindo”.

A primeira ideia era pegar uma parte do terreno onde ele mora e construir uma casa no local. Só que o projeto levaria quase dois meses para ser construído, além de só conseguir levantar uma casa apertada e sem privacidade.

Empresário no ramo de telecomunicações há 21 anos, Jamie então começou a procurar alguns imóveis vazios na região. “Fiz uma oferta e comprei um”, contou.

Corrente do bem

Quando a história de Jamie virou notícia, começou uma verdadeira corrente do bem. Diversos desconhecidos se mobilizaram para decorar a casa até Maria chegar com os filhos.

O empresário conta que recebeu doações de móveis, itens de decoração e até roupas para que eles se sentissem totalmente em casa e pudessem recomeçar sem grandes dificuldades.

Uma das pessoas que ajudaram muito nesse processo foi uma amiga da família, Julie Simkins. Ela organizou os esforços para preparar a casa por meio de um grupo no Facebook chamado Wrexham e Ukraine United.

Julie disse que a comunidade foi “absolutamente incrível”, acrescentando: “Eles estão se mobilizando para ajudar com doações e estão prontos para abraçá-la e aos meninos”.

Emprego e curso de inglês

Maria disse que “não podia acreditar” no presente que ganhou de Jamie.

Além da casa, Jamie descobriu que Maria trabalhava com anestesia em um hospital ucraniano. Ele então a colocou em contato com pessoas do hospital local com a esperança de encontrar um emprego para ela.

Para que Maria não sinta dificuldades de adaptação, Jamie ainda pagou um curso intensivo de inglês, para que ela pudesse aprender o idioma logo que chegasse ao Reino Unido.

Que ser humano fantástico esse Jamie Hughes! Que empatia e solidariedade!

Casa que a família da Maria ganhou - Foto: arquivo pessoal

Casa que a família da Maria ganhou – Foto: arquivo pessoal

Desconhecidos também doaram mobílias - Foto: arquivo pessoal

Desconhecidos também doaram mobílias – Foto: arquivo pessoal

Com informações de Indian Express