Idosos com Alzheimer fazem juras de amor na varanda e encantam as redes: VÍDEO

-
Por Rinaldo de Oliveira
Compartilhar
Imagem de capa para Idosos com Alzheimer fazem juras de amor na varanda e encantam as redes: VÍDEO
O Alzheimer não fez Gizete e Nadir esquecerem que sentem há quase 70 anos - Foto: reprodução / Twitter

Não tem Alzheimer que faça esse casal de idosos esquecer o que sentem um pelo outro: um amor lindo, forte e inspirador. “Maridão querido, eu te adoro! Você é um homem maravilhoso!”, diz Dona Gizete, de 88 anos, ao seu Nadir, de 93. Eles foram flagrados fazendo juras de amor na varanda do apartamento onde moram, no Rio de Janeiro.

O flagrante, gravado pela cuidadora deles, a Eliana, está viralizando nas redes sociais, depois que o vídeo foi postado nesta terça, 31, por Giulia Inhaquite, uma das 8 netas do casal fofinho. Neta que, por sinal, se orgulha de ter um exemplo de amor desse tamanho na família. (assista abaixo)

“[Me sinto] Muito orgulhosa, mesmo ela esquecendo quem eu sou hahaha. Enquanto ela tava 100% aqui, fez muito por todos nós, agora eles vivem no mundinho deles” disse Giulia em entrevista ao Só Notícia Boa.

A publicitária de 22 anos contou que o Alzheimer progrediu menos no seu Nadir do que na dona Gizete: “ele é mais lúcido que ela”.

Como se conheceram

Giu também nos contou a história dos avós, que se conheceram há quase 70 anos.

“Eles se conheceram em 1955. Ela trabalhava na secretaria do colégio onde ele foi se matricular para terminar o científico. Ele nasceu em São Borja em 1929 e entrou na FAB com 23 anos fazendo curso de sargento. Foi transferido para Recife onde se conheceram”.

E o envolvimento deles começou por uma questão profissional

“Tinha vaga no curso mas ele não apresentou toda a documentação necessária para fazer a matrícula e ela não queria aceitar a fazer matricula com documentação incompleta. Ele teve de falar com o diretor do colégio. Um ano depois, dia 29/12/56 eles se casaram”. Contou Giu.

O casal teve a primeira filha, Diana, em 1957 e se mudou para Curitiba, “onde ele foi fazer curso para oficial especialista em 1961”.

A segunda filha, Josiane, nasceu no Recife, em 1962 “para onde mamãe viajou para ficar durante o parto com o mãe dela”.

“Em 1963 voltaram a morar em Recife e em 1964 Ricardo, terceiro filho, nasceu. Em 1966 foram morar em São José dos Campos para ele fazer o ITA, se formando em 1970, engenheiro aeronâutico. Em 1971 foram transferidos para o Rio de Janeiro, onde Patrícia nasceu em 1971”

E desde a década de 1970 Dona Gizete e seu Nadir “moram no mesmo prédio, onde foi gravado o vídeo, no Andaraí, Zona Norte do Rio”.

Vídeo viral do amor

O vídeo do casal apaixonado já tem mais de 1,8 milhões de visualizações no Twitter, com 54 mil compartilhamentos e mais de 3,3 mil comentários.

“Eu não esperava! Imaginei que entre os meus amigos tivesse um impacto, assim como mexeu comigo, mas não imaginei que fosse sair da minha bolha e chegar assim no brasil todo”, disse Giulia Inhaquite ao SNB.

E mais que o sucesso do vídeo, ela comemora a mensagem que ele está passando para milhões de brasileiros, nesse momento tão delicado que estamos atravessando.

“Fico feliz! As pessoas precisam ter fé no amor. Acredito que esse vídeo tenha despertado isso nas pessoas que assistiram”, concluiu.

Assista:

Dona Gizete e seu Nadir. Amor mais forte que Alzheimer - Foto: arquivo pessoal

Dona Gizete e seu Nadir. Amor mais forte que Alzheimer – Foto: arquivo pessoal / Giulia Inhaquite

Os vovôs apaixonados com as netas - Foto: arquivo pessoal

Os vovôs apaixonados com as netas – Foto: arquivo pessoal / Giulia Inhaquite