Após 58 anos separados, filha reencontra pai pelo Facebook

-
Por Monique de Carvalho
Compartilhar
Imagem de capa para Após 58 anos separados, filha reencontra pai pelo Facebook
Após 58 anos, filha e pai se conhecem. Ela o encontrou após uma publicação no Facebook - Foto: arquivo pessoal

A inglesa Julie Lund, de 59 anos, cresceu distante do pai biológico e resolveu procurá-lo no ano passado depois de, em poucos meses, perder a mãe e o padrasto.

Ela não tinha muitas informações do pai. Tudo o que guardava era uma foto em preto e branco. Mesmo assim resolveu publicá-la em um grupo de Facebook.

Para a surpresa de Julie, quatro dias após a postagem, as pessoas do grupo conseguiram ajudá-la a encontrar Brian Rothery. Os dois viviam a apenas uma hora de distância um do outro.

Encontro tão sonhado

Julie conta que perdeu a mãe no início de 2021 e, poucos meses depois, o padrasto dela também veio a falecer.

A decisão de publicar o pedido de ajuda em um grupo do Facebook foi motivada pela curiosidade e o desejo de ter uma família novamente.

Ela explicou que a ajuda de desconhecidos foi fundamental e que nunca esperava que tantas pessoas se mobilizassem para encontrar o pai dela.

O aposentado Brian Rothery explicou que, do nada, passou a receber várias mensagens perguntando se ele conhecia alguém chamado Julie.

Ele morava a pouco mais de uma hora de viagem da cidade da filha, em Lincolnshire, na Inglaterra.

Quando o idoso foi averiguar do que se tratava, reconheceu a história e, imediatamente, entrou em contato com a filha.

“Eu não conseguia acreditar que tinha reencontrado meu pai após tantos anos e que ele ainda estava vivo e bem”, disse Julie.

A publicação posterior no Facebook que mostra o reencontro teve centenas de curtidas e repercutiu bastante na imprensa britânica.

Distância

Sobre os anos sem conhecer o pai biológico, a britânica afirmou que se sente triste por todo o tempo de convivência perdido, mas ressaltou que o importante são as memórias que ainda pode construir com ele.

“Não adianta olhar para o passado. Podemos olhar para a frente. Agora posso correr para a estrada sempre que quiser vê-lo.”

Brian explicou para Julie que teve um relacionamento com a mãe dela nos anos 60. Apesar de não estarem casados, ele visitava a filha aos fins de semana até que recebeu a notícia de que a família Lund havia se mudado para Lancashire, a oeste de Manchester.

“Pensei: ‘Bem, memorize como ela é’. Porque não achava que fosse vê-la novamente”, revelou.

Julie nasceu em 1962 e só viu o pai até pouco menos de um ano de vida. Ela sempre soube de Peter, mas nunca havia surgido a necessidade de encontrá-lo. E agora tudo mudou.

“Encontrei meu pai pela primeira vez desde que eu era bebê!”, comemorou a inglesa.

Julie e Peter - Foto: arquivo pessoal

Julie e Peter – Foto: arquivo pessoal

Com informações de O Povo