Atleta com deficiência arrebenta em campeonato de Jiu-Jitsu no PR; ‘determinação’

-
Por Renata Dias
Imagem de capa para Atleta com deficiência arrebenta em campeonato de Jiu-Jitsu no PR; ‘determinação’
Atleta com deficiência arrebenta no Jiu-Jtsu. Foto: Reprodução

Uma atleta com deficiência mostrou garra e determinação na Primeira etapa da Copa Paraná de Jiu-Jitsu. A menina, de 12 anos, nasceu sem a perna esquerda, mas isso jamais a impediu de realizar o sonho de treinar e competir. A prova está aí: ela derrotou a adversária, uma atleta sem deficiência, após poucos minutos de luta.

O vídeo da competição em que a atleta com deficiência Eduarda Goes Guardiano golpeia tecnicamente e derruba a adversária foi compartilhado pela Federação Paranaense de Jiu-Jitsu, que destacou o esforço da menina. “Quando a determinação encontra a força de vontade, nascem campeões”, diz a entidade.

Nas redes sociais, Eduarda, a Duda, agradeceu o apoio. “Muito obrigada a todos que comentaram e espero sempre motivar as pessoas a nunca ter limites na sua vida, basta acreditar assim como eu.”

Redes sociais

A reação dos seguidores foi imediata. Muitos elogiaram o esforço da atleta, outros preferiram exaltar a determinação e todos destacaram seu desempenho.

“Uma vez lutei com um adversário que não tinha um braço, não fiquei com dó não, fui pra cima, quase que eu perco a luta, ganhei por um ponto. Hoje somos amigos, pois nunca dei moleza e sim respeito”, respondeu um atleta.

Uma internauta ressaltou a importância da inclusão. “Enquanto existirem pessoas assim, não darei crédito a movimentos inúteis e sempre continuarei acreditando no mundo melhor! Parabéns.”

Outra resumiu o significado da luta da atleta com deficiência. “Ganhando ou perdendo merece todo o nosso carinho e respeito e admiração.”

Leia mais notícia boa

História de vida

Duda está acostumada a campeonatos, vitórias e medalhas. No ano passado, ela foi campeã dos Jogos Escolares do Paraná (JEPs), na modalidade wrestling – categoria feminino até 39 kg. Detalhe: a menina costuma disputar com atletas convencionais, além do parajiujitsu.

Wrestling é o nome dado à modalidade de luta olímpica, disputada em duas variações, livre e greco-romana – é considerado um dos esportes competitivos mais antigos do mundo junto com o atletismo. Na modalidade, os competidores se seguram pelos ombros com o objetivo de jogar o oponente no chão, o que exige muita técnica, força e equilíbrio.

Duda é da cidade de São José dos Pinhais e estuda no Colégio Estadual Ipê. Ela começou treinando na prefeitura e, ao atingir a idade para os JEPS, veio participar do wrestling.

Garra e determinação são a marcada da atleta com deficiência. Foto: Reprodução

Eduarda Goes Guardiano, atleta com deficiência desde muito pequenina demonstra garra e determinação. Foto: Reprodução

Assista o vídeo que mostra a luta da atleta com deficiência em que ela derrota a adversária convencional: