Farmácias voltam a vender plantas medicinais 3 anos depois: fitoterapia

3891
fitoterapia
fitoterapia
Farmácias brasileiras voltam a vender plantas medicinais.
A autorização para comercializar produtos fitoterápicos foi dada nesta segunda-feira pela Anvisa.
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária também liberou as farmácias, para venderem a partir de agora, os chamados itens de conveniência.
São alimentos e bebidas sem álcool (água, sucos e refrigerantes). 

Em 2009, a Anvisa tentou proibir que farmácias comercializassem produtos que não estivessem relacionados à saúde, para o pânico das varejistas farmacêuticas, que consideram tais produtos grandes fontes de receita.

As associações de empresários do ramo entraram na Justiça contra a decisão da agência e, em maio de 2010, conseguiram parecer favorável do Supremo Tribunal Federal (STF).
Mas nesta segunda-feira saiu a nova resolução da Anvisa, liberando o comércio.
As atividades que podem ser exercidas em farmácias e drogarias, a partir de agora são:
venda de medicamentos sujeitos e não sujeitos a controle especial;
manipulação de produtos oficinais (aqueles fabricados em laboratório e vendidos prontos);
manipulação de produtos magistrais (aqueles preparados na farmácia); prestação de serviços farmacêuticos;
e comércio de cosméticos, perfumes, produtos de higiene, alimentos e de plantas medicinais.
Com informações da Veja.