Vacina freia a Herpes e impede transmissão sexual

Foto: divulgação|Foto: Pixabay
Foto: divulgação|Foto: Pixabay

Surge uma nova vacina contra Herpes, esperança para 500 milhões de pessoas que têm a doença no mundo inteiro.

Ela promete reduzir rapidamente a quantidade de surtos por ano, a infecção em si – aquelas bolinhas doloridas que aparecerem geralmente ao redor da boca ou na região genital – e também diminuir o risco de o vírus ser transmitido através de relações sexuais.

Os pesquisadores dizem que a injeção reduz em 60% a visibilidade do vírus sobre a pele.

Eles apresentaram os resultados do estudo clínico, que está na fase II, no último domingo, 19, no American Society for Microbiology, em Boston, nos EUA.

O GEN-003 estimula anticorpos na corrente sanguínea, ou seja, põe o sistema imunológico do organismo para combater o vírus.

A vacina produzida pela Genocea Biosciences Inc – uma companhia norte-americana de biotecnologia –  é dada em três injeções. Os efeitos podem durar até um ano.

O GEN-003 pode se tornar ainda mais poderoso, se usado em combinação com medicamentos já existentes.

Kenneth Fife, Professor de Medicina da Universidade de Indiana, disse que o GEN-003 “representa uma nova abordagem para o tratamento, e pode fornecer uma nova opção para pacientes que sofrem de herpes genital crônicas, recorrentes”.

A pesquisa

Os cientistas testaram a vacina em 310 participantes com histórico de herpes genital crônica, recorrente.

Eles receberam três doses diferentes da vacina, 21 dias.

Depois de um ano os participantes fizeram novos testes para verificar o sistema imunológico contra o vírus da herpes.

A nova injeção reduziu significativamente a taxa de excreção viral e também a frequência da lesão, em comparação com a época anterior à vacina.

Para entrar no mercado a nova vacina precisa terminar os testes e ser aprovada pelo FDA, o órgão de controle dos EUA.

Com informações do DailyMail