Surpresa no mercado: Inflação cai e taxa básica de juros também

566
Foto: reprodução / Veja
Foto: reprodução / Veja

O Banco Central brasileiro surpreendeu o mercado e baixou a taxa básica de juros de 13,75 para 13 por cento – claro que o índice ainda é muito alto, um dos maiores do mundo, mas menos está em ritmo de queda.

A decisão de cortar a Selic em 0,75 pontos percentuais foi tomada por unanimidade.

A Selic é a taxa usada como referência para definir os juros pagos em diversos contratos do sistema financeiro, desde empréstimos para a compra de imóveis até cartões de crédito.

Esta foi a terceira redução consecutiva nos juros. As anteriores foram menores: 0,25 ponto porcentual cada uma.

Entre os principais motivos do corte estão a piora na expectativa de crescimento da economia e a inflação que vem perdendo fôlego nos últimos meses.

A inflação oficial medida pelo IPCA fechou 2016 em 6,29%, abaixo do teto da meta oficial – de 6,5% – e também abaixo da expectativa medida pelo Focus, de 6,35%.

A informação foi divulgada nesta quarta-feira, 11, pelo IBGE, Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

Com informações da Veja