China e Taiwan se unem pra criar satélite que prevê terremotos

418
Foto: Thomas Peter/Reuters
Foto: Thomas Peter/Reuters

Mesmo com o impasse político, China e Taiwan fecharam acordo para desenvolverem um satélite que prevê terremotos.

Ele poderia detectar os tremores com antecedência porque, antes de ocorrer, esses fenômenos geram anomalias eletromagnéticas que podem ser lidas pelo satélite.

Pelo acordo ele deverá ser lançado no ano que vem.

As informações foram publicadas no jornal de Hong Kong “South China Morning Post”.

Os tremores afetam com regularidade e gravidade tanto a China quanto Taiwan.

Esta cooperação entre Pequim e Taipé é um marco, depois da má relação política criada após a chegada ao poder no ano passado da atual presidente taiuanesa, Tsai Ing-wen.

Depois da presidente, que vem de um partido com tendência separatista, a China congelou boa parte das relações com o território.

“Esta é a primeira vez. Nunca ouvi de uma cooperação com Taiwan de qualquer tipo neste campo.

Esse tipo de dado é normalmente secreto”, afirmou ao jornal Li Zaoshe, pesquisador da Academia de Ciências da China, em Pequim.

O segredo ocorre nesses casos porque os satélites podem ter um importante uso militar, como a localização de estações de radar ou centros de lançamento de mísseis.

Com informações do G1