Disney anuncia fim de canudinhos plásticos nos parques

750
Disneylândia - Foto: Pixabay
Disneylândia - Foto: Pixabay

A direção a Disney anunciou o fim dos canudinhos de plástico em seus parques, os mais populares do mundo, que atraem 62 milhões de visitantes por ano.

Até a metade do ano que vem, quem for se divertir na Disneylândia usará canudinhos feitos de papelão, bambu, ou outros materiais sustentáveis. A medida vale para os parques, exceto a Disney Tóquio.

O CEO da Conservation International, uma organização sem fins lucrativos que trabalhou com a Disney para atingir suas metas de sustentabilidade, chamou-a de “uma marca excepcionalmente poderosa que inspira, educa e entretém, tudo ao mesmo tempo”.

“O anúncio mostra a milhões de crianças e adultos as muitas maneiras pelas quais podemos mudar nossos hábitos diários para cuidar dos oceanos e proteger a natureza que sustenta todos nós.”

Com a decisão, a Disney espera reduzir os mais de 175 milhões de canudos de plástico usados em seus estabelecimentos anualmente.

“Eliminar os canudos e outros itens plásticos é um passo significativo em nosso compromisso permanente com a gestão ambiental. Esses novos esforços globais ajudarão a reduzir nosso impacto ambiental e avançar nos nossos objetivos de sustentabilidade a longo prazo”— disse Bob Chapek, presidente da Disney Parques, Experiências e Produtos de Consumo, segundo a “ABC News”.

As mudanças também afetarão os hotéis e cruzeiros da Disney. Nos próximos anos, haverá uma transição maior para o uso de itens reutilizáveis, para reduzir os plásticos em até 80%.

A empresa ainda afirmou que diminuirá o uso de sacolas plásticas, oferecendo ao consumidor bolsas reaproveitáveis.

Outras empresas

No começo do mês, a Starbucks também anunciou que vai banir o uso de tais descartáveis em suas mais de 28 mil lojas no mundo todo até 2020.

O Mc Donalds também sinalizou este ano que deixaria de utilizar os itens em seus restaurantes.

Este mês o prefeito do  Rio de Janeiro, Marcelo Crivela, sancionou a lei que acaba com os canudinhos de plástico no comércio da cidade.

Ela obriga os comerciantes a usarem canudinhos feitos com materiais biodegradáveis, recicláveis ou reutilizáveis.

Com informações do GNN, OGlobo e SNB