Pai sem dinheiro faz fantasia de princesa com sacolas e ganha surpresa

14926
Luciano e Samira - Fotos: reprodução / NSCTV|
Luciano e Samira - Fotos: reprodução / NSCTV|

A criatividade salvou um pai sem dinheiro, que precisava fazer uma fantasia para a filha de 2 anos ir na festinha da escola. A ideia simples dele emocionou a comunidade e provocou uma corrente do bem, que chegou na hora certa para ajudar a família.

O operador de máquinas Luciano Carvalho pediu sacolas plásticas em um supermercado e fez a roupa de princesa para Samira.

A festa foi do Dia das Crianças, no Centro de Educação Infantil em São Bento do Sul, em Santa Catarina e emocionou os professores.

“A gente também estava sem dinheiro, sem condições de comprar essa fantasia. Então a gente teve essa criatividade”, disse Luciano ao G1.

Como

Ele pesquisou na internet como poderia fazer a fantasia. E a matéria-prima, da cor rosa, foi de graça. A gente conseguiu num mercado, que a gente compra perto de casa, explicou o pai.

Quando Samira chegou na festinha fantasiada de princesa, foi uma emoção!

“Ela estava se sentindo uma princesa. Dançava, balançava naquele vestido, mexia no laço da cabeça. Estava se sentindo uma verdadeira princesa”, disse a professora Aline Dias.

A educadora tirou uma foto e mandou para funcionários do supermercado onde o pai conseguiu as sacolas pra fazer fantasia.

No dia seguinte a dona de casa Marizete de Fátima Nascimento, mulher de Luciano e mãe de Samira, teve uma bela surpresa.

A equipe do supermercado entregou comida, roupas e brinquedos para a família.

Ah, para a Samira chegou um presente especial: uma verdadeira fantasia de princesa, com coroa e tudo!

“Bateram na minha porta, perguntando se era ali que morava a bebê Samira. Aí eles falaram que a equipe do supermercado tinha se organizado, tinha ficado comovido com a história e tal e tinha preparado algumas coisinhas pra ela”, contou.

Samira com nova fantasia- Fotos: reprodução / NSCTV
Samira com nova fantasia- Fotos: reprodução / NSCTV

Samira

Samira tem quase 3 anos. Ela nasceu prematura e os pais contam que isso atrasou o desenvolvimento intelectual da menina.

A criança começou a falar há poucos meses, mas isso, não tira o brilho dos olhos e muito menos a alegria pela vida, que enche o pai de emoção.

“Foi uma coisa tipo uma brincadeira que a gente fez, a gente não sabia que ia ter toda essa surpresa que o pessoal deu. A gente está meio sem ter o que falar, porque até agora está só vindo surpresa, né?”, concluiu Luciano.

Com informações do G1