Nobel da paz vai para primeiro-ministro da Etiópia

916
Foto: reprodução instagram
Foto: reprodução instagram

O Nobel da Paz 2019 não está entre os favoritos e foi para o primeiro-ministro da Etiópia, Abiy Ahmed Ali.

A maioria das apostas ia para Greta Thunberg e o cacique Raoni.

Segundo a organização, Abiy Ahmed Ali foi premiado por ter conseguido um acordo de paz com a Eritreia em 2018, país que faz fronteira com a Etiópia.

A atuação de Abiy à frente de conflitos, e questões sociais também pesou na escolha da organização do prêmio que fez o anúncio nesta manhã.

Formado em engenharia, o premiê chegou ao poder também no ano passado.

“Ele passou seus primeiros cem dias como primeiro-ministro levantando o estado de emergência do país, garantindo anistia para milhares de prisioneiros políticos, descontinuando a censura da mídia, legalizando partidos de oposição, exonerando líderes militares e civis que estavam sob suspeita de corrupção e também por aumentar significavelmente a influência de mulheres na política e na comunidade etíope.

Ele também fortaleceu a democracia ao propor eleições livres e justas”, diz o comunicado do Nobel.

Com informações da Exame

Espalhe notícia boa nas suas redes sociais. Siga o SNB no Facebook, TwitterInstagram e Youtube