Zoo mais antigo do Brasil vai reabrir e virar BioParque sem jaulas

RioZoo / BioParque do Rio - Foto : reprodução / Diariodorio.comRioZoo / BioParque do Rio - Foto : reprodução / Diariodorio.com

O zoológico mais antigo do Brasil, fechado desde novembro de 2019, vai virar BioParque e estará de cara nova, com um novo conceito, a partir de julho.

RioZoo deverá reabrir as portas como um centro de conservação da biodiversidade e será chamado de BioParque do Rio.

Na nova estrutura os animais terão mais espaço e não mais presos em jaulas, para que o ambiente lembre ao máximo o habitat natural deles.

Os elefantes, por exemplo, terão piscinas para se refrescar.

O novo zoológico também terá educação ambiental e pesquisas para ajudar aproximadamente 47 espécies de animais ameaçados de extinção, como a onça pintada, lobo guará e a anta.

Visitantes

Para os visitantes, o BioParque terá a Aventura Selvagem, para a família viver uma experiência mais próxima dos animais, como uma savana africana.

Outras novidades serão o Viveiro Imersivo – para ficar frente a frente com diversos tipos de aves – e a Fazendinha, onde a criançada poderá interagir com os animais de fazenda.

Sócios

O BioParque do Rio terá dois tipos de planos para quem quiser se tornar sócio, para acompanhar toda transformação de perto.

São planos individuais ou para 4 pessoas, com os valores que vão de R$ 4,99 a R$ 7,99 por mês.

Veja a apresentação:

Foto: BioParque do Rio / Divulgação

Foto aérea do Zoo – Foto: BioParque do Rio / Divulgação

Com informações do GoHurb e RPA

Espalhe notícia boa nas suas redes sociais. Siga o SNB no:

O conteúdo do SóNotíciaBoa é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.