“Nós estamos aqui por você. Fique em casa por nós”: #AcordaBrasil

Apelo dos profissionais de saúde: Foto: PMM/DivulgaçãoApelo dos profissionais de saúde: Foto: PMM/Divulgação

Profissionais de saúde de várias partes do Brasil estão tirando fotos, como esta acima, com a frase: “Nós estamos aqui por você. Fique em casa por nós”:

É um sério apelo aos brasileiros que ainda não acordaram para a dimensão do problema do coronavírus e continuam se expondo nas ruas, seja por necessidade de trabalho, ou brincadeiras na praia.

Os médicos, enfermeiros e técnicos da foto acima são da Unidade Básica de Saúde Lélio Silva, na Zona Sul de Macapá que tem recebido a maior parte das pessoas com os sintomas da Covid-19.

Postada nas redes sociais da prefeitura da capital, a foto ganhou milhares de curtidas, centenas de compartilhamentos e comentários emocionados, entre eles: “contem comigo”, “Deus proteja a cada um”, “corajosos”, “guerreiros” e “venceremos juntos”.

Samu

Houve alerta também dos funcionários do Samu, Serviço Móvel de Atendimento de Urgência da capital. (foto abaixo)

Com folhas simples, a mesma mensagem foi publicada nas redes sociais e agradou ao público.

Aplauso do bem

O apoio aos trabalhadores da saúde também motivou um novo movimento: o “aplauso do bem”, que está convocado pelas redes sociais para a noite de sexta-feira, 20. (foto abaixo)

Eles pedem uma salva de palmas das janelas de casa, às 20h, em homenagem aos profissionais da saúde que se arriscam para tratar suspeitos e infectados pelo novo coronavírus.

Encantadas com o merecido movimento, muitas pessoas começaram a se manifestar antecipadamente.

Ontem mesmo várias pessoas saíram nas janelas dos apartamentos e gravaram vídeos aplaudindo os profissionais da saúde brasileiros que estão se arriscando nos plantões para salvar vidas.

Foto: divulgação

Foto: divulgação

Equipe do Samu - Foto: divulgação

Equipe do Samu – Foto: divulgação

Com informações do G1

Espalhe notícia boa nas suas redes sociais. Siga o SNB no:

O conteúdo do SóNotíciaBoa é protegido. Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.