Itália e Irlanda retomam atividades após isolamento

Basílica de São Marcos Foto: Divulgação
Basílica de São Marcos Foto: Divulgação

O rigor da quarentena foi quebrado nesta segunda, 18, por alguns países que tinham adotado medidas rigorosas em relação ao isolamento contra o coronavírus. Mas com muito cuidado!

Após 78 dias, a Itália começou a semana retornando algumas atividades que estavam paralisadas. A Irlanda, que começou o lockdown no final de março, também inicia o processo de reabertura agora.

A Itália, epicentro da pandemia na Europa – que começou o lockdown dia 9 de março, vai permitir a reabertura de lojas, restaurantes, bares, cabeleireiros, salões de beleza, spas e museus, já a partir de hoje.

Os estabelecimentos devem cumprir várias medidas e os consumidores só entram nas lojas se estiverem usando máscaras, e nos restaurantes, a distância mínima é de um metro entre os clientes.

A regra também vale para os cabeleireiros, que só poderão atender com hora marcada, com proteções adequadas.

A liberação do comércio faz parte da segunda fase do plano de reabertura adotado pelo governo italiano.

No início de maio, as fábricas já haviam sido autorizadas a funcionar e as obras e construções foram retomadas.

Os italianos também já podiam sair de casa para fazer exercícios na rua ou passear. Parques e praças estavam liberados.

O país é um dos mais castigados pela pandemia, com 225.400 casos e 31.900 mortes. Desde o pico da epidemia, em março, o número de casos vem caindo gradualmente no país. No domingo, o número de mortes registradas durante 24 horas foi de 145, o menor número desde o início da quarentena em março.

Irlanda

Já a Irlanda vai sair gradualmente do lockdown, em vigor desde 28 de março.

A retomada das atividades será feita em cinco fases e deverá se estender até agosto.

Na primeira etapa, a partir de hoje, o governo liberou algumas atividades de comércio e serviços, como as lojas de material de construção, de suprimentos para jardinagem, de produtos ópticos e de reparação de veículos.

As pessoas poderão se exercitar em ambiente aberto, num raio de até 5 quilômetros da residência, e reunir-se com amigos e familiares, respeitando a mesma distância e em grupos de no máximo quatro pessoas. Os trabalhadores externos, como jardineiros e operários da construção civil, também poderão retomar as atividades.

O governo recomendou que as demais pessoas continuem a trabalhar remotamente.

A Irlanda registrou 24.100 casos de covid-19 e 1.550 óbitos. No pico da crise, há três semanas, teve 220 mortes em um único dia.

A média da semana passada havia caído para 12 mortes por dia, o que deu segurança para o governo iniciar a reabertura da economia.

Agora, o plano é ampliar a lista das atividades permitidas gradualmente até 10 de agosto e avaliar eventos públicos com maior número de participantes e a retomada das aulas nas escolas.

Com informações da Exame