Pinguins solitários no zôo vão passear no Museu. Assista

Foto: Nelson-Atkins Museum of Art
Foto: Nelson-Atkins Museum of Art

Um grupo de pinguins, de um zoológico fechado nos EUA, sentiu falta do movimento e interação com os visitantes humanos. O jeito foi encontrar uma distração pra eles, num museu.

Os cuidadores do Zoológico de Kansas City, no Missouri, levaram as aves para o Museu de Arte Nelson-Atkins, para estimular os sentidos culturais dos animais.

O vídeo do passeio no Museu já foi visto mais de um milhão de vezes, desde que foi enviado às mídias sociais na semana passada.

A direção do zoo justificou o passeio:

“Cuidando dos animais selvagens no zoológico de Kansas City, estamos sempre procurando maneiras de enriquecer suas vidas e estimular seus dias. E durante esse período de “lockdown”, nossos animais realmente sentem falta de receber visitantes e vê-los.”, disse o diretor e CEO do zoológico, Randy Wisthoff. 

Depois de permitir que as aves se divertissem livremente pelo museu, o diretor e CEO do museu, Juliàn Zugazagoitia, brincou que os pinguins “parecem reagir muito melhor a Caravaggio – pintor italiano do século XVI – do que a Monet”.

“Estes são pinguins peruanos, então estávamos conversando um pouco em espanhol – e eles realmente apreciam a história da arte”, acrescentou brincando.

Pinguins de Magalhães

No Brasil também teve passeio, no final de abril. Os pinguins daqui passearam pelo aquário de Balneário Camboriú, em Santa Catarina, durante a quarentena. (vídeo abaixo)

Os pinguins-de-Magalhães conheceram o espaço por uma nova perspectiva.

Soltos na área de visitação, eles puderam passear livremente e dar uma olhada nos “vizinhos”.

Assista:

Dia de turistas no Brasil:

Com informações do GNN