Desafio une jovens para alimentar 10 milhões de brasileiros na pandemia

Iara e Eduardo no Desafio 10x10 - Foto: reprodução
Iara e Eduardo no Desafio 10x10 - Foto: reprodução

Os Caçadores de Bons Exemplos, parceiros do SóNotíciaBoa, entraram em um desafio sublime: alimentar 10 milhões de brasileiros na pandemia! E você também pode fazer parte, mobilizando seus amigos para combater a fome e fazer o bem.

A ideia é desafiar seu amigo a arrecadar mais alimentos que você!

O Desafio 10×10 é a uma gincana virtual que coloca a juventude como protagonista de uma mudança, de comportamento e postura, diante desse cenário atípico da COVID-19.

E para arrecadar fundos, o Desafio 10×10 usa a ideia de jogos cooperativos, pra combater a fome, com apoio de ONGs, artistas, influenciadores, iniciativa privada.

“O projeto quer convidar e envolver milhões de pessoas até o dia 22 de julho”, explicaram Iara e Eduardo, do Caçadores de Bons Exemplos, ao SóNotíciaBoa.

A ideia

A ideia é usar o poder do trabalho coletivo e das redes de contatos pessoais de cada um que aceitar o desafio. Assim, a grande gincana vai tomando a internet e ganhando o mundo.

E os recursos arrecadados são destinados, integralmente, em cestas básicas digitais que são distribuídas durante três meses para as famílias cadastradas.

Essas cestas dão liberdade para que elas comprem alimentos e produtos de limpeza nas suas regiões e ainda consigam fortalecer o comércio das suas comunidades.

Como participar

Você pode entrar na gincana do bem de três formas (ou de todas elas!):

  • Divulgando: compartilhe a página do desafio nas suas redes sociais. Siga o Instagram (@desafio_10x10), personalize sua foto de perfil, compartilhe nossas postagens. Faça o #Desafio10x10 chegar em todos que você conhece!
  • Doando: Música, games, arte de rua… O brasileiro é movido por suas paixões. Qual é a sua? Na gincana de arrecadação você pode doar em nome dela. Todos os valores serão destinados às famílias que precisam de apoio!
  • Arrecadando: junte sua galera, sua família, seus colegas de trabalho, seus amigos, todo mundo! Mobilize toda sua rede para doar pela causa! Para “coopetir” na gincana.

A competição

Usando a Geração Z, o Desafio 10×10 começa uma competição escancarada entre os jovens e a fome, tendo as redes sociais como principal aliado.

Além disso, traz o reforço de celebridades, artistas, gamers, esportistas, religiosos, organizações e empresas, que também estão mostrando a iniciativa em suas redes de fãs, clientes e apoiadores nesta gincana pelo bem.

“Será uma grande movimentação em favor do Brasil, usando o que os brasileiros têm de melhor, ou seja, sua criatividade e capacidade de entrega em favor do próximo”, diz Edgard Gouveia, urbanista e empreendedor social, idealizador do desafio.

E participar de uma iniciativa dessas é questão de honra.

“Não fazia sentido a gente ficar de fora de algo tão grandioso e poderoso assim. Dedicamos a nossa vida para falar de gente que faz o bem, que doa as suas vidas para transformar o nosso país. Defendemos fortemente o impacto do trabalho das nossas redes pessoais e do poder que cada um tem de dar aquilo que tem de melhor para ajudar na construção de um mundo melhor. No meio da pandemia, encontramos muita gente disposta a ajudar, gente que antes não olhava para o social como uma opção”, contam Iara e Eduardo.

Parceiros

A realização do desafio foi possível graças à união de forças entre instituições como a Doare – gerenciadora de arrecadações de doações online; Programa Mundial de Alimentos das Nações Unidas (WFP), por meio do Centro de Excelência com a Fome Brasil – responsável pela coordenação da mobilização de atores e ações de logística das organizações parceiras; que somam forças para garantir que as famílias das ONGs CUFA (Central Única das Favelas), ChildFund e Gerando Falcões, recebam as doações com urgência e de forma organizada.

Arte da campanha - Foto: reprodução
Arte da campanha – Foto: reprodução
Arte da campanha - Foto: reprodução
Arte da campanha – Foto: reprodução

Por Rinaldo de Oliveira, da redação do SóNotíciaBoa