Menino de 10 anos caminha 3 mil km pra ver avó na pandemia

Foto: reprodução Facebook
Foto: reprodução Facebook

Um menino de apenas 10 anos fez uma verdadeira maratona a pé, de bike e de barco, durante a pandemia, pra matar a saudade da avó. Ele cruzou 4 países e viajou quase 3 mil quilômetros, acompanhado do pai.

Romeo Cox não via a avó Rosemary há um ano e meio, depois que mudou com a família, de Londres para Palermo, na Itália.

Com o lockdown, por causa da pandemia, Romeo não tinha esperança de encontrá-la tão cedo. Foi então que decidiu realizar a jornada épica de 3 meses, da Inglaterra à Itália, para abraçar Rosemary.

A mãe, Giovanna e o pai, Phil, a princípio desaprovaram a ideia. Mas como Phil é jornalista e documentarista, ele acabou concordando em fazer a viagem com o filho e foi registrando tudo.

A aventura

Em junho, a dupla partiu em um barco da Sicília para Nápoles.

No caminho eles também optaram por caminhar e pedalar, quando necessário.

Pai e filho acordavam às 4h30, todas as manhãs e andavam 19 quilômetros por dia.

Eles dormiam em albergues, conventos, casas de estranhos, ou de cara para as estrelas.

Claro, não foi fácil.

Refugiados

E não era só pela avó. Romeo queria aproveitar a viagem pra chamar a atenção para as lutas que os refugiados enfrentam e arrecadar dinheiro para apoiá-los ao longo do caminho.

“Eu estava passando pelos penhascos tentando chegar ao nosso albergue em Calais e encontramos um menino sudanês e sua família tentando cruzar de Calais para o Reino Unido e ele não foi autorizado”, disse Romeo.

“Achei injusto eu conhecer minha família e ele não.”

Ao se mudar pra Palermo, Romeo não falava italiano e se sentiu deslocado. Mas as crianças refugiadas que ele conheceu lá o ajudaram a se adaptar.

Um deles, um menino de Gana chamado Randolph, tornou-se o melhor amigo de Romeu.

Foi isso que o inspirou a criar uma campanha de arrecadação de fundos para tornar o aprendizado online disponível para refugiados locais e outras crianças necessitadas. Até agora, ele arrecadou mais de $ 22.000, R$ 123.000, para comprar tablets e aparelhos de wi-fi.

Chegada

Em setembro, Romeo e Phil chegaram ao seu destino. Depois de um período de quarentena de 14 dias, Romeu finalmente recebeu o abraço que tanto esperava!

“Corri pela estrada até o carro da vovó, chamando seu nome”, disse Romeo . “Demos o melhor e mais longo abraço. Ela é tão especial para mim.”

Romeu e o pai já voaram de volta pra casa e ele nunca vai esquecer a felicidade da avó ao vê-lo novamente.

O menino continua arrecadando dinheiro para crianças que precisam.

Romeo e o pai Phil Fotos: Facebook
Romeo e o pai Phil Fotos: Facebook

A jornada até Londres Foto: Facebook
A jornada até Londres Foto: Facebook

Veja o encontro:

 

View this post on Instagram

 

Um menino de apenas 10 anos fez uma verdadeira maratona a pé, durante a pandemia, pra ver a avó, cruzando 4 países, em quase 3 mil quilômetros de distância. Romeo Cox não via a avó Rosemary há um ano e meio depois que mudou com seus pais, de Londres para Palermo, nItália. Com o bloqueio, por causa da pandemia, Romeo não tinha esperança de encontrá-la tão cedo. Foi então que decidiu realizar a jornada épica de 3 meses, da Inglaterra à Itália, para abraçar Rosemary e contou a mãe Giovanna e o pai Phil, que a príncipio desaprovaram a ideia.Como Phil é jornalista e documentarista acabou concordando em fazer a viagem com o filho e acabou registrando tudo. E não era só pela avó. Romeo queria aproveitar a viagem pra chamar a atenção para as lutas que os refugiados enfrentam e arrecadar dinheiro para apoiá-los ao longo do caminho. Em setembro, Romeo e Phil chegaram ao seu destino. Depois de um período de quarentena de 14 dias, Romeu finalmente recebeu o abraço que tanto esperava! Assista…e veja a matéria completa no link da bio, stories e no portal sonoticiaboa.com.br Vídeo/Créditos: @romeos_big_journey_home #sonoticiaboa #goodnews #carinho #jornada #neto #caminhada #países #viagem #aventura #paiefilho #avó #amor #família #Italia #ReinoUnido ##viagemape

A post shared by Só Notícia Boa (GoodNews)🇧🇷 (@sonoticiaboa) on

Com informações do Inspire More