Jovem escoteiro constrói cabines de abraço para idosos de asilo

881
Foto: Jan Penrod
Foto: Jan Penrod

Um jovem escoteiro projetou cabines do abraço para idosos que estão há 1 ano presos num asilo sem poder tocar nos filhos, netos e parentes por causa da Covid-19.

McCain Penrod, de 17 anos, fez o projeto a pedido de Becky Hudson, diretora do Heartis Clear Lake, no Texas, EUA. Ela teve a ideia depois que uma das residentes revelou sentir falta de abraço.

“Quando ela disse isso, coloquei minhas luvas e segurei suas mãos e ela estava chorando. Foi quando comecei a pensar em maneiras de nossos idosos poderem abraçar seus entes queridos sem arriscar suas vidas”, contou Becky.

As cabines

Por quase um mês, com a ajuda de seu pai, colegas escoteiros e amigos, McCain testou vários projetos até construir três cabines de madeira.

Cada estande tem uma janela de acrílico. Através dela, as pessoas podem se ver com proteção. Tem também duas grandes luvas higienizadas para os idosos abraçarem quem for visitá-los.

“Foi uma grande satisfação poder atender a essa necessidade, especialmente para os mais vulneráveis ​​durante a pandemia”, disse o jovem.

Entrega

Em 25 de novembro, um dia antes do Dia de Ação de Graças, McCain entregou os estandes nas instalações.

Becky conta que o resultou a surpreendeu.

“Eu vi uma enorme diferença. As cabines de abraço chegaram e eles puderam finalmente ver familiares, segurar suas mãos, e agora eles estão fazendo atividades novamente, e interagindo.”

O projeto ajudou tanto os residentes que agora a diretora está incentivando outros lares de idosos a construírem as cabines.

“As cabines de abraço mudaram tudo e eu realmente acredito que todas as casas de repouso deveriam tê-las”, disse ela.

Fotos: Jan Penrod
Fotos: Jan Penrod

Com informações da CNN