Piloto Lewis Hamilton finalmente ganha título de Sir da Coroa Britânica

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Agora ele é Sir Lewis Hamilton, Cavaleiro do Império Britânico – título merecido que demorou a chegar, mas chegou.

Sir Lewis Hamilton é a nova alcunha do piloto britânico heptacampeão da Fórmula 1, que foi nomeado nesta quarta-feira, 30, como cavaleiro da coroa britânica.

Hamilton, de 35 anos, igualou o recorde de 7 troféus de campeão da Fórmula 1, que pertencia ao alemão Michael Schumacher, e tentará ser o único recordista em 2021.

Piloto de Fórmula 1 desde 2007, quando estreou pela McLaren, Hamilton foi campeão mundial em 2008, 2014, 2015, 2017, 2018, 2019 e 2020.

Além disso, encerrou a temporada com 95 vitórias na carreira, superando o recorde de Michael Schumacher que era de 91 conquistas.

Racismo

Ele também se destacou pelos seus gestos em 2020 contra o racismo em quase todas as corridas da atual temporada.

As manifestações foram a favor da punição aos responsáveis pelas mortes de George Floyd e Breonna Taylor nos Estados Unidos.

“Lewis é um verdadeiro gigante de nosso esporte, e sua influência é imensa tanto dentro quanto fora do carro”, elogiou Stefano Domenicali, diretor-executivo da Fórmula 1 e ex-chefe de equipe da Ferrari.

“O que ele alcançou é fenomenal, ainda com mais coisas a vir. Todos nós na Fórmula 1 parabenizamos ele por esse merecido reconhecimento de seus feitos, e estamos ansiosos para vê-lo brilhar em 2021”, acrescentou.

Apoio

Segundo o jornal The Guardian, a possibilidade de dar um título nobre a Hamilton era contestada, uma vez que ele vive atualmente em Mônaco.

No entanto, o primeiro-ministro Boris Johnson influenciou pessoalmente no debate para garantir a honraria ao piloto britânico da Mercedes.

Britânicos com título real

Com a honraria, Hamilton passa a ser um dos poucos britânicos com o título real na categoria.

Além dele, nomes como Jackie Stewart, Stirling Moss, Frank Williams e Patrick Head também receberam o título.

Jack Brabham, australiano, também recebeu, já que o país integra a Comunidade Britânica de Nações.

A relação ainda conta com nomes como Jimmy Greaves, Ron Flowers – ex-jogadores da seleção inglesa de futebol – e Anne Keothavong – ex-tenista, atual capitã da equipe britânica na Billie Jean King Cup.

Com informações do The Guardian