Aliança perdida há 50 anos é devolvida no Dia dos Namorados

2374
Foto: Arquivo Pessoal
Foto: Arquivo Pessoal

Uma aliança perdida há quase 50 anos no meio da neve, em Chicago, nos EUA, foi devolvida à dona no Dia dos Namorados.

“Estou muito feliz. Nem acredito”, disse Karen Autenrieth, depois que o marido, Robert, colocou a aliança de volta no dedo dela, após 5 décadas.

Ela achou que nunca mais encontraria a aliança. Nela foi gravada “RA to K.B. 4-16-66”, a data do casamento deles, em 16 de abril de 1966.

Anel perdido

A história de amor dos dois começou quando ela tinha 17 e Robert, 18, no baile da Igreja.

Karen Autenrieth tinha perdido o anel durante uma visita à avó, em 1973, e pensou que nunca mais o encontraria.

O anel caiu quando ela  ajudava os três filhos, então com 2, 3 e 4 anos, a entrar no carro.

“Estava muito frio e os limpa-neves tinham amontoado a neve”, contou.

Quando a neve derreteu, Karen procurou o anel, sem sucesso.

O universo tinha outros planos

Em fevereiro, um homem de Chicago que perdeu sua própria aliança de casamento postou no Facebook perguntando se alguém a havia encontrado.

Na seção de comentários, Sarah Batka, uma mulher que mora na antiga casa dos avós de Autenrieth em Chicago, disse que descobriu uma aliança de casamento “seis a oito anos atrás” enquanto fazia jardinagem.

Não era o anel do homem, mas desencadeou uma busca pelo proprietário legítimo.

Após serem marcados no post, dois historiadores – Carol Flynn e Linda Lamberty – partiram para resolver o mistério.

Eles trabalham na Ridge Historical Society, que se dedica a “preservar e interpretar” a história dos bairros de Chicago.

Flynn e Lamberty usaram registros do governo, arquivos de jornais e sites de genealogia para reconstituir a origem do anel, escreveu Flynn em um post no Facebook.

Eles descobriram que uma mulher – Karen Autenrieth – tinha avós que moraram na casa de Batka e agora residem em San Antonio, Texas e desconfiaram que fosse ela a dona do anel.

“A mulher estava no Facebook […] enviei uma mensagem entusiasmada, embora um tanto desconexa [perguntando se] Este anel era por acaso dela?” Flynn escreveu no post.

“Ela respondeu mais tarde [que] era dela! Ela o perdeu há 50 anos na neve na casa de sua avó! Ela ficou surpresa por ele ter sido encontrado tantos anos depois. Nós nos reunimos por telefone e tivemos um conversa “, escreveu Flynn.

Flynn enviou o anel para Autenrieth, que recebeu o pacote no Dia dos Namorados – comemorado em fevereiro nos EUA – e abriu junto com o marido.

“Eu disse, ‘Santa Maria, não posso acreditar'”, informou o Chicago Tribune .

“Nosso 55º aniversário será em 16 de abril. E pensar que recebemos o anel de volta depois de quase 50 anos”, comemorou.

Foto: Arquivo Pessoal
Foto: Arquivo Pessoal

Com informações do Diário de Notícias/CNN