Polícia Civil ajuda pai e filhos a se reencontrarem após 22 anos

Polícia Civil ajuda em reencontro de pai e filhos. O momento foi emocionante! - Foto: reprodução Correio de Minas
Polícia Civil ajuda em reencontro de pai e filhos. O momento foi emocionante! - Foto: reprodução Correio de Minas

Mais uma vez a Polícia Civil promovendo finais felizes! Em Minas Gerais, uma família se reencontrou após 22 anos.

A maior responsável pelo feio foi a investigadora Natália Paula dos Santos, que trabalha na Delegacia Regional de Polícia Civil em Ribeirão das Neves, região metropolitana de BH.

Natália atendeu ao pedido de uma amiga que procurava o pai. Comovida com a história, ela iniciou as buscas, com o apoio da delegada Renata Oliveira.

E encontro foi marcado por muita emoção, na última quinta, 25.

Pedido de ajuda

A policial conta que recebeu a ligação de uma amiga de infância que mora em Congonhas, no dia 17 de março. A amiga de Natália queria encontrar o pai. Eles estavam sem contato há 22 anos.

“Nos comovemos com a situação e imediatamente eu e o investigador Emmanuel Araújo fizemos os levantamentos e conseguimos localizar o paradeiro do pai. Entrei em contato com ele que, emocionado, pediu para reencontrar os filhos”, disse a investigadora.

Reencontro

Os policiais da Delegacia Regional de Ribeirão das Neves se uniram na unidade policial para promover o encontro entre pai e filhos no dia 25 de março.

A amiga de Natália, que vive com o irmão em Congonhas, São Paulo, se deslocou até Minas Gerais para ver o pai.

Eles foram recepcionados com lágrimas. “Da porta, eles já começaram a chorar. Foi lindo”, contou a investigadora. De acordo com Natália Paula dos Santos, os filhos têm 35 e 36 anos, e o pai 59.

Reencontro seguiu os protocolos

A delegada de Ribeirão das Neves, Renata Oliveira, garantiu que o reencontro aconteceu com todos os protocolos de proteção da Covid-19.

“Diante do momento atual, em que é necessário o distanciamento social – e são famílias que estão há meses sem contato presencial, por causa dos riscos da pandemia – ter a oportunidade de participar de uma conexão foi ainda mais significativo. Foi emocionante presenciar o reencontro da família, a apresentação da nova geração ao avô, aos irmãos e sobrinhos”, concluiu.

Pai estava bem emocionado no reencontro com os filhos. - Foto: reprodução Correio de Minas
Pai estava bem emocionado no reencontro com os filhos. – Foto: reprodução Correio de Minas

Por Monique de Carvalho, da redação do Só Notícia Boa – Com informações de Correio de Minas.