Mulher internada em UTI melhora após visita de jabuti de estimação

2946
Dona Maria melhorou após a visita de jabuti de estimação - Foto: Fundação São Francisco Xavier
Dona Maria melhorou após a visita de jabuti de estimação - Foto: Fundação São Francisco Xavier

A história da Maria do Socorro Sampaio é incrível! Com 62 anos e saúde fragilizada, ela foi internada na UTI do Hospital de Cubatão, em São Paulo, por apresentar complicações.

Mas quando alguém perguntava do que ela mais sentia falta de casa, a resposta era imediata: “da minha filha e da Nina, meu jabuti de estimação”.

Sabendo da importância da relação da paciente com o animal, o hospital permitiu a entrada desse visitante inusitado, mas muito especial.

E o resultado foi um momento cheio e emoção, além da melhora no quadro da Maria!

O (re)encontro

Nina foi levada por Ângela, a filha da dona Maria, até o hospital. A idosa ficou bastante emocionada e, segundo equipe, ganhou força para enfrentar seu quadro.

Houve melhora no humor, que foi o mais comentado e vibrado pela equipe. Samandha Gagliardi Iannuzzi, supervisora das UTIs e Pronto Atendimento do hospital disse que a idosa estava vibrante.

“Nós vimos isso no processo de cura dela. Porque, durante o dia, depois que a filha e o animalzinho de estimação foram vê-la, ela aceitou melhor a alimentação, que vinha rejeitando. Foi muito emocionante e gostoso para nós que prestamos assistência diariamente”.

E a resposta foi tão positiva que, após algumas horas, dona Maria recebeu alta da UTI e retornou para um quarto comum.

“O que importa para você?”

O encontro da Maria com a Nina só foi possível por causa do movimento “O que Importa para Você?”.

Ele existe para humanizar mais o atendimento em hospitais e favorecer a evolução de alguns pacientes.

Neste caso, a equipe do hospital identifica o que mais importa e faz diferença para o emocional do paciente e tenta levar um pouco desse sentimento para próximo dele.

A iniciativa existe desde 2010 nos Estados Unidos. No Brasil, o Hospital de Cubatão foi o primeiro administrado pela Fundação São Francisco Xavier a implementá-la – em agosto de 2020.

Ângela, dona Maria e Nina, a jabuti - Foto: Fundação São Francisco XavierÂngela, dona Maria e Nina, a jabuti - Foto: Fundação São Francisco Xavier
Ângela, dona Maria e Nina, a jabuti – Foto: Fundação São Francisco Xavier

Por Monique de Carvalho, da redação do Só Notícia Boa. – Com informações de Jucy Santos.