Estudante barrada na USP ganha bolsa e estágio nos EUA

15846
Elisa estuda em casa Foto: Arquivo Pessoal
Elisa estuda em casa Foto: Arquivo Pessoal

Elisa de Oliveira Flemer Flemer, estudante de Sorocaba, no interior de São Paulo, ganhou de uma empresa, a StartSe, uma semana com tudo pago no Vale do Silício, nos Estados Unidos.

Elisa também ganhou um curso online de curta-duração, pela mesma empresa, para Business Administration e um convite de estágio.

Com 17 anos, ela foi proibida pela justiça de cursar engenharia civil na Escola Politécnica da USP, Universidade de São Paulo, por fazer homeschooling – estudar em casa longe do acompanhamento da escola.

Matrícula na USP

Elisa foi a quinta colocada na Poli, mas, o que era motivo de alegria, logo virou uma frustração.

Por ter estudado em casa e não ter documentos que comprovassem sua formação no ensino médio, ela não pôde se matricular.

A família de Elisa entrou com um novo pedido na Justiça para tentar garantir a vaga da estudante na USP e para que ela possa fazer o Encceja (Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos) esse ano.

“Fiquei muito feliz em ganhar essa bolsa e poder fazer essa imersão no Vale do Silício. Com toda certeza, assim que for possível viajar para lá,, eu irei. Já com relação ao convite de estágio ainda não aceitei porque a minha prioridade é estudar e estou aguardando alguns resultados de universidade norte-americanas”, conta a estudante.

Por causa da pandemia e o fechamento das fronteiras de diversos países Elisa ainda não sabe quando poderá fazer o curso no Vale do Silício, que fica no estado da Califórnia.

Ela continua tentando uma bolsa universitária no exterior, e diz que não vai desistir.

Por Andréa Fassina, da redação do Só Notícia Boa – Com informações do Correio Braziliense