Metrô de SP terá câmeras que identificam crianças desacompanhadas

658
Câmeras no metrô de São Paulo identificarão crianças desacompanhadas - Foto: Daneil Teixeira
Câmeras no metrô de São Paulo identificarão crianças desacompanhadas - Foto: Daneil Teixeira

O metrô de São Paulo lançou um sistema de segurança que vai identificar crianças desacompanhadas para oferecer mais segurança para elas e os pais.

As câmeras de monitoramento funcionam com inteligência artificial. A partir da tecnologia, um sinal de alerta é gerado para que um funcionário possa ir até o local e checar a situação.

O sistema começou a funcionar na última quarta, 24 de junho e foi instalado primeiramente as estações Carrão, Guilhermina Esperança e Belém, todas da Linha 3-Vermelha. Aos poucos, mais equipamentos serão liberados.

Metrô moderno

Segundo Alexandre Baldy, secretário dos transportes metropolitanos, as câmeras são parte de um processo de modernização do metrô de São Paulo.

“Esse novo sistema faz parte das ações de modernização que estamos realizando no Metrô e que vai aumentar a segurança do passageiro, melhorando também a operação e oferecendo um transporte ainda melhor”, disse.

O projeto contará com mais de 5 mil câmeras digitais espalhadas nas linhas 1-Azul, 2-Verde, 3-Vermelha. Hoje, 2.600 câmeras já estão em processo de instalação, 880 ficaram junto as portas de plataforma e outra 1.600 já constam nas estações.

Segurança para todos

Além da identificação de crianças desacompanhadas, as câmeras inteligentes também poderão rastrear objetos, com análise em tempo real.

Caso uma pessoa entre na passarela de emergência, será possível emitir um alerta a partir das câmeras.

Além disso, funções como: identificação de pessoas desaparecidas e reconhecimento de animais podem ser utilizadas.

Câmeras do metrô - Foto: Daneil Teixeira
Câmeras do metrô – Foto: Daneil Teixeira

Com informações de Estadão.