Garoto de 11 anos abre padaria social para ajudar população de rua

1714
A padaria social do Michael doa alimentos para pessoas em situação de rua, nos Estados Unidos - Foto: arquivo pessoal
A padaria social do Michael doa alimentos para pessoas em situação de rua, nos Estados Unidos - Foto: arquivo pessoal

Aos 11 anos, o garoto Michael Platt resolveu unir o amor que ele tem pela culinária, com a possibilidade de ajudar pessoas em situação de rua e abriu uma padaria social.

Ela fica em Bowie, nos Estados Unidos e para cada item vendido, Michael disponibiliza outro para doação.

A ideia surgiu durante passeios que ele fazia com os pais. Vendo muitas pessoas com fome nas ruas, o garoto decidiu agir.

A padaria Social

Batizada de Michael Desserts, a padaria vende bolos, cupcakes, pães e doces diversos, todos produzidos pelo próprio garoto.

A proposta que Michael faz para todos os clientes é: vender os itens a preço mais acessível, na condição de a pessoa deixar uma outra unidade paga para doação.

Ele mesmo entrega as doações

Todas as doações também são entregues pelo próprio Michael. A cada 15 dias ele percorre as ruas da cidade entregando os alimentos.

O garoto ainda ministra cursos de culinária para quem quiser aprender a preparar seus doces e destina parte da verba para instituições que trabalham com a causa.

Para todos que perguntam o que motiva Michael a fazer tudo isso, ele tem a resposta rápida: “Eu sei que um doce não acaba com a fome, mas uma guloseima saborosa, em tempos difíceis, pode tornar a vida mais doce!”.

O trabalho tem dado tão certo que, agora com 15 anos, Michael já mobiliza recursos para dar um passo adiante e fundar a PLLATE, iniciativa que pretende construir na sua cidade o primeiro mercado social, no estilo ‘Pague O Que Puder’, para ajudar de forma ainda mais impactante aqueles que têm fome.

Por mais Michaels nesse mundão!

Michael e a mãe vendendo os doces - Foto: arquivo pessoal
Michael e a mãe vendendo os doces – Foto: arquivo pessoal
Doces são produzidos em casa - Foto: reprodução GNN
Doces são produzidos em casa – Foto: reprodução GNN

Com informações de The Greenest Post.