Veja as cidades mais seguras do mundo: ranking de 2021

1667
Copenhague, Dinamarca: Copenhague assumiu o primeiro lugar pela primeira vez desde o lançamento do relatório em 2015 Foto: reprodução CNN Travel
Copenhague, Dinamarca: Copenhague assumiu o primeiro lugar pela primeira vez desde o lançamento do relatório em 2015 Foto: reprodução CNN Travel

Saiu o ranking das cidades mais seguras do mundo em 2021, que este ano inclui saúde na classificação, entre outros fatores.

A lista dos destinos internacionais mais seguros  Índice de Cidades Seguras (SCI) da Economist Intelligence Unit leva em consideração segurança digital, segurança de saúde, infraestrutura, segurança pessoal e segurança ambiental, uma nova categoria para este ano.

Embora cidades asiáticas como Tóquio, Cingapura e Osaka tenham continuamente ocupado os primeiros lugares há vários anos, agora um destino europeu ocupa a primeira posição em 2021: Copenhague, na Dinamarca.

O Brasil ficou com as posições 39 e 40 respectivamente, com Rio de Janeiro e São Paulo.

Seis cidades – Amsterdã, Melbourne, Tóquio, Toronto, Cingapura e Sydney – estão entre as 10 primeiras todos os anos desde que o relatório foi lançado em 2015, enquanto Copenhague tem sido uma presença constante desde 2019.

A subida da eleita

Copenhagen foi eleita a cidade mais segura do mundo pela primeira vez, marcando 82,4 pontos em 100 no relatório anual.

A capital da Dinamarca saltou do oitavo lugar em 2019 para o topo da lista, em grande parte graças à introdução de uma seção de segurança ambiental, na qual a cidade teve uma pontuação particularmente boa, junto com a segurança pessoal.

“Um fator chave que torna Copenhague uma cidade tão segura é sua baixa taxa de criminalidade, atualmente em seu nível mais baixo em mais de uma década”, disse Lars Weiss, prefeito de Copenhague.

“Copenhague também é caracterizada por uma grande coesão social e uma lacuna de riqueza relativamente estreita. É uma cidade mista, onde tanto a assistente de limpeza quanto o CEO se encontram no supermercado local e têm seus filhos na mesma escola”.

“Este é um dos pilares da cultura dinamarquesa e contribui muito para os altos níveis de confiança e segurança dos quais nos beneficiamos.”

Toronto em segundo

Toronto acabou de perder o primeiro lugar, ficando com o segundo lugar com 82,2 pontos, enquanto Cingapura foi o terceiro com 80,7 pontos.

“Toronto e Copenhagen se saem visivelmente melhor no novo pilar de segurança ambiental do que qualquer uma das três principais cidades dos anos anteriores.”

Embora Sydney tenha ficado em quarto lugar, com 80,1 pontos, a cidade australiana liderou a categoria de segurança digital, enquanto a vencedora de 2019, Tóquio, recebeu 80,0 pontos, colocando a cidade japonesa em quinto lugar.

“Copenhague é definitivamente um líder geral digno e Toronto, um merecido vice-campeão, mas tanto por causa do sucesso de longo prazo em tornar os residentes seguros quanto por quaisquer melhorias específicas nos últimos dois anos”, diz o relatório.

Outras cidades seguras

Amsterdam, da Holanda, foi o sexto com 79,3 pontos, enquanto Wellington, da Nova Zelândia, ficou em sétimo lugar com 79,0 pontos, e foi o líder geral na categoria de segurança ambiental.

As cidades da Ásia-Pacífico Hong Kong e Melbourne ficaram em oitavo lugar, com 78,6 pontos cada, enquanto a Suécia, Estocolmo, fechou a lista dos 10 primeiros com 78,0 pontos.

Nova York foi a cidade norte-americana com a melhor posição na lista, dividindo a 11ª posição com a espanhola Barcelona (ambas as cidades receberam 77,8 pontos).

Washington DC ficou logo atrás em 14º lugar, enquanto Londres e São Francisco empataram em 15º.

Lagos da Nigéria, Cairo do Egito, Caracas da Venezuela, Karachi do Paquistão e Yangon de Mianmar ocuparam as cinco últimas posições, ou seja, as menos seguras.

Com informações da CNN Internacional