Mãe solo detida por furtar carne ganha R$ 45 mil em campanha

6494
Paloma foi detida por furtar carne em supermercado e campanha arrecadou R$ 45 mil para ela - Foto: reprodução
Paloma foi detida por furtar carne em supermercado e campanha arrecadou R$ 45 mil para ela - Foto: reprodução

Claro que roubar é crime, mas a história desta mãe solo, que foi detida por furtar carne em um supermercado do Rio de Janeiro, despertou a empatia do brasileiro.

Ela foi condenada a pagar R$ 500 em cinco parcelas e a primeira venceria neste domingo, 10.

Para ajuda-la a pagar, o advogado dela abriu uma campanha nas redes sociais e o resultado foi incrível: mais de R$ 45 mil foram arrecadados.

A história

Paloma da Silva Santos tem 19 anos, está desempregada e é mãe solo do Pierre, um bebê de oito meses.

Ela foi detida pela polícia por furtar peças de picanha de um supermercado em Manguinhos, zona norte do Rio de Janeiro.

Ela contou que pretendia revender a carne para conseguir dinheiro para comprar alimentos e pagar o aluguel atrasado.

Paloma foi julgada e condenada pelo TJ-RJ (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro) a pagar R$ 500, em cinco parcelas.

Ajuda do advogado

O advogado Joel Luiz Costa, que acompanha o caso, decidiu ajuda a mãe solo a pagar a dívida.

Ele divulgou uma chave Pix nas redes sociais para arrecadar o dinheiro e se surpreendeu com o resultado.

A campanha virtual superou as expectativas e ultrapassou R$ 45 mil.

“Eu não sei nem como agradecer, mas obrigado por nos ajudarem a mudar a vida de uma família preta!”, comemorou o defensor no Twitter.

Veja:

Aqui o post que deu origem a toda essa empatia:

Com informações do Yahoo