Doadores de Carinho: eles levam amor a bebês prematuros em UTIs

-
Por Rinaldo de Oliveira
Compartilhar
Imagem de capa para Doadores de Carinho: eles levam amor a bebês prematuros em UTIs
Os Doadores de Carinho fazem os recém-nascidos melhorarem os sinais vitais - Foto: Reprodução / Donatori di Coccole Odv

Que iniciativa linda! Os Doadores de Carinho são voluntários que dedicam parte do seu tempo para levar amor a bebês prematuros, que estão internados em UTIs, sozinhos…

Na Itália, essas pessoas vão até os hospitais apenas para levar carícias, abraços e o sentimento de segurança para crianças recém-nascidas, que estão em cuidados intensivos. Algumas delas não têm pais.

Geralmente, os voluntários são mulheres, mães, avós e homens com a mesma intenção: dar um pouco de amor ao próximo! E o resultado do que eles fazem reflete na recuperação dessas crianças!

Como surgiu a ideia

A primeira associação de doadores de carinho foi a “Cuddles of Mama Irene” (Carinhos de Mamãe Irena, em tradução livre).

Ela foi fundada logo após o falecimento de Irene, uma mãe que teve hemorragia cerebral e infelizmente nunca conseguiu segurar nos braços sua filha, Emma Maria.

Emma morreu pouco depois do nascimento da menina, que veio ao mundo com 32 semanas de gestação.

“Pelo sofrimento da perda de Irene, que nos marcou a todos, estamos tentando transformar nossa dor em energia para ser canalizada em algo construtivo: nossa associação busca ser uma fonte de ajuda concreta para crianças hospitalizadas que não recebem cuidados e atenção ou não têm o suficiente”, explica a ONG.

Resultado do amor

Bebês prematuros que não podem contar com a presença de seus pais biológicos por abandono, ou mesmo porque estão trabalhando, normalmente vêm ao mundo com o sistema imunológico fraco e pulmões subdesenvolvidos.

E é aí que entra a força do amor. O conforto, o mimo, o abraço e a segurança que recebem através do carinho são importantes na evolução da criança. Quando eles recebem carinho, os sinais vitais melhoram e ficam mais estáveis.

A própria comunidade médica diz que o toque humano é valioso para bebês prematuros, porque ajuda nos desenvolvimentos físico e neurológico deles.

A ideia se multiplicou

Nos últimos anos, as associações de doadores de carinho se multiplicaram na Europa e têm chegado aos poucos a países de outros continentes.

Aqui no Brasil, há pequenos grupos que fazem um trabalho semelhante com crianças com câncer, como o Instituto do Carinho.

Bom para as crianças e também para os adultos do “Doadores de Carinho”, que saem das UTIs renovados com essa simples troca de amor.

Os Doadores de Carinho vão até as UTIs da Itália visitar bebês - Foto: Reprodução / Donatori di Coccole Odv

Os Doadores de Carinho vão até as UTIs da Itália visitar bebês – Foto: Reprodução / Donatori di Coccole Odv

O toque humano ajuda nos desenvolvimentos físico e neurológico dos bebês - Foto: Reprodução / Donatori di Coccole Odv

O toque humano ajuda nos desenvolvimentos físico e neurológico dos bebês – Foto: Reprodução / Donatori di Coccole Odv

Com informações do Mezzopieno