TikToker leva idoso desconhecido de 100 anos para a Disney: “Melhor dia da minha vida”

-
Por Rinaldo de Oliveira
Imagem de capa para TikToker leva idoso desconhecido de 100 anos para a Disney: “Melhor dia da minha vida”
“Levei um veterano de 100 anos para a Disneylândia e nos tornamos melhores amigos”, escreveu Garza no vídeo agora viral. Fotos: Reprodução/vídeo

Separe o lencinho! A atitude do TikToker Isaiah Garza tem emocionado milhões de pessoas, após ele fazer com um idoso de 100 anos, o dia mais feliz da vida dele. Isaiah parou um senhor na rua e o convidou para ir à Disneylândia. O resultado disso: o vídeo mais lindo que você vai ver hoje! (assista abaixo)

“Levei um veterano de 100 anos para a Disneylândia e nos tornamos melhores amigos”, escreveu Garza no vídeo. De tão fofo, o vídeo viralizou e já tem mais de 11,6 milhões de visualizações e 2,3 milhões de curtidas.

Isaiah Garza é um ex-morador de rua, que teve oportunidade de crescer na vida e hoje ajuda pessoas que encontra pelo meio do caminho.

O vídeo

Isaiah acumula em sua conta mais de 7 milhões de seguidores.

Em sua biografia ele define: “”uma vez sem-teto e agora mudando vidas”.

No vídeo viral, o influencer se aproxima do idoso, que está em um andador e fala:

“Desculpe incomodá-lo, mas eu tive um dia muito, muito difícil e eu só queria ver se você estaria disposto a ir para a Disneylândia comigo hoje”, diz Garza.

A reação do senhorzinho é muito fofa. Com um lindo sorriso no rosto ele responde:

“Ei, isso é ótimo,”. “Você realmente quer me levar?”. “Meu Deus, eu não posso acreditar nisso”, diz o idoso de 100 anos.

E numa sequência linda de imagens, é possível ver os dois novos amigos se divertindo nos brinquedos, desde as xícaras giratórias e até uma tiara do Mickey, para tornar tudo mais divertido ainda.

Confira o vídeo logo abaixo e se emocione de alegria:

 

@isaiahgarza

I took a 100 year old veteran to Disneyland & we became best friends ❤️ #disneyland #kindness #friends #veteran #bestfriends

♬ Steal My Sunshine (Single Version) – Len

Com informações de New York Post