Estudantes de música ensinam detentas a compor canções para os filhos

-
Por Renata Giraldi
Imagem de capa para Estudantes de música ensinam detentas a compor canções para os filhos
O Lullaby Project, de estudantes de música, ensina mães a criarem mensagens musicais incríveis para seus filhos. Emocionante! Foto: The Lullaby Project / YouTube

Que projeto lindo e diferente! Estudantes de música estão ensinando mães detentas a compor mensagens musicais para seus filhos. As mães mais interessadas são as que têm crianças pequenas. A ideia está levando esperança, amor e ajudando a reaproximar as presas de suas famílias.

O projeto batizado de The Lullaby Project está em execução na Instituição Correcional Camille Graham, na Columbia, Carolina do Sul, nos Estados Unidos.

Os estudantes de música da Universidade da Carolina do Sul contam ainda com a parceria do Carnegie Hall e Weill Music Institute. Os resultados são imensos para as mulheres encarceradas, para os estudantes que convivem com outra realidade e para os professores que percebem as mudanças por intermédio da música.

Um depoimento

Alexis, uma presidiária que participa do projeto Lullaby, disse que as mensagens musicais a aproximam do filho que está longe.

“Fico muito triste por não estar perto dele, [mas] por saber que ele poderá ouvir algo que escrevi palavra por palavra. É incrível”, reagiu.

Para a presidiária, o projeto é uma espécie de afago, uma vez que ela não pode estar com o filho. “É incrível porque eu só queria estar lá, mas isso é algo para ele se apegar a mim. É uma sensação incrível.”

Maravilhada com a oportunidade, Alexis disse que: “Isso meio que me faz sentir realizado… ser capaz de escrever uma música e ele ser capaz de ouvi-la”.

A detenta disse que aguarda o dia do projeto para poder criar as mensagens para o filho. “Isso me faz querer tentar escrever mais músicas ou poesia. Isso só me faz querer fazer coisas mais positivas. Isso é como a porta se abrindo. Eu sinto que posso fazer isso.”

Resultados

A estudante de pós-graduação Alyssa Santivanez se disse emocionada com os impactos do projeto na vida das mães. Segundo ela, não houve aula nem disciplina na universidade que a ensinasse tanto.

“Nenhuma quantidade de treinamento poderia realmente nos preparar para o quão impactante é este projeto”, disse.

Em seguida, a universitária acrescentou que: “Uma coisa é aprender como criar sozinho e como juntar tudo, e outra coisa é realmente estar lá com as mulheres e trabalhar com elas – isso significa muito”.

Leia mais notícias boas

Mudanças

Para Claire Bryant, professora assistente de violoncelo, está convencida que, por meio das mensagens musicais que criaram para seus filhos, muitas detentas podem repensar a vida e se esforçarem para a ressocialização real.

“Pessoalmente, trabalhei em correções nos últimos 10 anos por meio da música e acho que a música pode fazer muito bem a todos nós, não importa nossa circunstância, mas especialmente as pessoas encarceradas, acho que precisam de uma chance com alguma programação positiva.”

Serena La Roche, professora assistente de voz, também faz uma avaliação positiva do projeto.

“É muito gratificante. Todos nós viemos de origens diferentes, eu como professor e os alunos que vêm com suas próprias preferências tonais e ideias sobre composição, música e composição e toda a sua experiência de vida… e como uma música pode nascer disso – como ela pode criar um momento musical real que pode se conectar em um nível muito pessoal a ela, mas realmente a todos nós.”

Segundo o diretor do departamento correcional da Carolina do Sul, Bryan Stirling, o vínculo entre mãe e filho é inquebrantável. “Você pode colocar tanto metal e paredes quanto quiser e não pode quebrar essa conexão e ela nunca será quebrada”, disse.

Confira esse vídeo incrível!

Durante o projeto, as detentas participaram com músicos especializados no processo de criação de mensagens musicais para seus filhos. Foto: Reprodução/@goodnewsnetwork/Youtube.

Durante o projeto, as detentas participaram com músicos especializados no processo de criação de mensagens musicais para seus filhos. Foto: Reprodução/@goodnewsnetwork/Youtube.

Com informações do Good News Network