Judoca de 90 anos recebe penúltima faixa mais alta do judô. Um feito raro!

-
Por Renata Giraldi
Imagem de capa para Judoca de 90 anos recebe penúltima faixa mais alta do judô. Um feito raro!
O judoca de 90 anos conquistou um marco na arte marcial: o 9º grau, ou dan - Foto: reprodução GNN

Um judoca de 90 anos que deixa muitos jovens para atrás! Mestre no esporte, o idoso recebeu o 9º grau, ou dan, que representa um domínio absoluto sobre todas as técnicas desta arte marcial.

No Reino Unido, há apenas seis atletas com este título. Michael Leigh é o judoca mais velho do país a alcançar o segundo posto mais alto do esporte. Depois, tem apenas o 10º dan.

Michael descobriu o esporte enquanto trabalhava na Força Aérea do Reino Unido. Foi por acaso: ele encontrou um livro da arte marcial, escrito pelo cofundador da Sociedade de Judô de Londres, e disse ter achado “interessante”. Daí para frente, não parou mais.

Reconhecimento

O idoso disse que ao saber do título a emoção tomou conta.

“Sabendo que há apenas outras cinco pessoas no Reino Unido que foram premiadas com o 9º dan, estou entre colegas que admiro e respeito muito”, afirmou.

Em seguida, Michael disse que: “Agradeço esse reconhecimento da minha vida de compromisso com o incrível esporte do judô e vou segurar a nota com muito orgulho e honra”.

O atleta andou pelo mundo praticando o judô e participando de competições, foram mais de 160 países.

O judô e a vida

Michael Leigh criou um clube do judô, no Reino Unido, em 1976, depois de assumir a arte marcial em 1955 em Londres e atuar como reserva na equipe olímpica do Reino Unido em 1964.

A escola do idoso se tornou a maior do Reino Unido em três cidades: Crawley, Horley e Horsham.

Apaixonado pelo esporte, o idoso foi presidente do judô britânico por dois mandatos, um técnico nacional e um árbitro internacional.

Leia mais notícia boa:

A modalidade esportiva

Depois da faixa preta, os judocas passam para os dez níveis dan. Os quatro últimos são geralmente honorários, com os juízes da Federação Internacional de Judô levando em consideração suas realizações ao longo da vida.

No caso de Michael, além das habilidades desenvolvidas por ele, foi reconhecido por tornar o esporte mais inclusivo.

Como cidadão de prata, o judoca organizou campeonatos no Reino Unido para atletas mais velhos e um programa de judô com necessidades especiais.

O judoca de 90 anos conquistou um marco na arte marcial - Foto: reprodução GNN

O judoca de 90 anos conquistou um marco na arte marcial – Foto: reprodução GNN

Com informações do Good News Network