Cães resgatados após morte de tutor em incêndio ganham abrigo e carinho; Vídeo

-
Por Renata Dias
Imagem de capa para Cães resgatados após morte de tutor em incêndio ganham abrigo e carinho; Vídeo
Os cães foram resgatados logo após o incêndio. A casa tinha muito entulho e o tutor faleceu. - Foto: reprodução redes sociais

Um esforço coletivo funcionou. ONGs (organizações não governamentais), o serviço de limpeza urbana e a Comissão de Defesa de Animais da Câmara salvaram a vida de 11 cães, que foram resgatados de um incêndio. O tutor, infelizmente, não resistiu. Após a morte do humano, os bichinhos ganharam abrigo e carinho.

Os quatro cães adultos e sete filhotes foram resgatados, em meio a muito lixo, entulho e bagunça, no bairro da Penha, Zona Norte do Rio de Janeiro. O tutor Arthur Augusto Loureiro Dupim, de 60 anos, era acumulador e tinha distúrbios mentais.

A casa pegou fogo e o idoso tentou salvar todos os pets, mas ao ir atrás dos dois últimos acabou morrendo carbonizado dentro da casa. As ONGs não só resgataram os bichinhos como deram abrigo e carinho, agora procuram novos tutores para os animais.

Operação Resgate

As ONGs Casa de Lázaro e Amor por Animais se uniram para tentar resgatar os bichinhos. Tiveram apoio da Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb) do Rio.

Os animais abandonados estavam em um local insalubre: cercados por lixo, escombros, materiais inflamáveis e em comida.

No último sábado, os cães foram resgatados.

O vereador do Rio Luiz Ramos Filho (PMN), da Comissão de Defesa de Animais da Câmara, que coordenou a ação.

Leia mais notícia boa:

Apoio nas redes sociais

Nas redes sociais, os internautas pedem ajuda aos acumuladores, que sofrem de transtornos mentais, precisam de tratamento porque colocam em risco a si e a outras pessoas também.

“É necessário um programa de ajuda para acumuladores, que precisam de ajuda. São pessoas isoladas da sociedade, vistas como loucos. São pessoas que perderam a mão, e adoeceram emocionalmente”, disse uma seguidora.

Outra acrescenta: “Estamos vendo tantos casos onde o protetor precisa de ajuda! Precisa de uma orientação emocional também”.

Uma terceira seguidora lamenta a morte do tutor. “Que tristeza uma pessoa que faz tão bem aos animais não deveria ter um triste fim assim nem os dois cachorrinhos.”

Assista ao vídeo do momento do resgate dos bichinhos: