Liberado animal pequeno na cabine do avião

1179

Foto: divulgação/Gol
Boa notícia para quem fica com dó de despachar seus animais de estimação, em viagens aéreas.
A empresa aérea Gol começou a permitir que cães e gatos, de pequeno porte, sejam transportados na cabine, embaixo do banco do seu o tutor.
A mudança, que demorou para acontecer entrou em vigor na quarta-feira (11).
Antes apenas cães de serviço podiam viajar com seus tutores e animais de estimação iam no porão do avião.

Regras

  1. Os animais deverão estar limpos e saudáveis
  2. Os tutores devendo levar a carteira de vacinas em dia 
  3. Levar atestado de sanidade do animal fornecido pelo médico veterinário, Secretaria de Agricultura Estadual ou Posto do Departamento de Defesa Animal
  4. O documento deve e ser emitido com 72 horas de antecedência
  5. E precisa ter validade de no máximo 10 dias 

Peso
Somente cachorros com no mínimo 4 meses e que, juntamente com a caixa de transporte, somarem 10 quilos, poderão ir na cabine.

A caixa de transporte deverá ter medidas máximas de 22cm de altura, 43cm de profundidade e 32cm de largura, conter os dados de contato do tutor e código da reserva.

Os animais deverão viajar embaixo do assento da frente, de preferência próximos a janela, para ficarem distantes de outros pets.

Tanto o tutor quanto o pet não poderão sentar em saídas de emergência, ou na primeira fileira, por questão de segurança.

Cada passageiro só poderá levar 1 animal, assim como só será permitido 1 pet por fileira.
No vôo inteiro serão permitidos no máximo de 4 pets.

Serviço
Para contratar o serviço, ligue 0300 101 2001
Detalhes no site: www.voegol.com.br

Com informações do PortalDoDog