Cabeleireiro atende surdos em Libras e aumenta a clientela

4655

Por Rinaldo de Oliveira, da redação do SóNotíciaBoa.

Em vez de reclamar da crise, ele usou a criatividade. Um jovem dono de salão de cabeleireiros atende pessoas com deficiência auditiva falando na língua delas: Libras, a Língua Brasileira de Sinais. (vídeo abaixo com legendas)

Tiago Rocha, de 23 anos, é ouvinte, mas há 1 ano e meio ele percebeu que o irmão, Daniel Rocha, – que é surdo profundo – sofria para ser compreendido quando precisava perguntar, ou comprar algo no comércio.

“Ele me pedia pra deixar escrito no celular dele o que ele queria, pra não ter problema na hora que fosse atendido. Como sou cabeleireiro e barbeiro pensei o quanto seria dificil para os surdos pedirem um corte de cabelo, uma barba, alguma cor especifica, etc..”, contou Tiago em entrevista ao SóNotíciaBoa.

A intenção do cabeleireiro, que aprendeu Libras para se comunicar com o irmão, é acabar com a dificuldade do cliente deficiente auditivo e dar um atendimento mais personalizado, atencioso.

Vídeo em Libras

O próximo passo foi gravar um vídeo contando a novidade e divulgar a ideia nas redes sociais. (assista abaixo)

“Eu fiz um video em LIBRAS convidando os surdos para irem no salão porque lá temos todos os serviços de cabelo, barba, sobrancelhas, depilação, estética. E [explicando] que eu sou ouvinte mas falo LIBRAS”,  explicou.

Deu certo. Logo o vídeo começou a ser compartilhado e os novos clientes começaram a chegar.

“Gostaram muito da ideia, o video viajou o pais todo e outros países, inclusive na época me ligaram via Skype pra tirar algumas dúvidas. O que percebi foi que eles se sentiam aliviados por finalmente conseguir falar exatamente o que tinham vontade”, explica.

Hoje, fora a clientela ouvinte, Tiago calcula que tem quase 50 clientes deficientes auditivos que chegaram por indicação de outros surdos.

“Tenho clientes que são professores na PUC, designers gráficos, muitos trabalham com T.I… O retorno deles é o mais legal. Percebo que o que eu pensei no começo é tudo verdade. Eles ficam bem mais à vontade, conversam, brincam, vão em grupo no salão, fazem piada. Eles mesmos comentam que é bem mais fácil agora”, comemora.

Veja como é a conversa em Libras, durante o corte de cabelos dos cliente Heron Maturana Junior, e depois a opinião dele sobre o serviço, também em Libras. (acione a legenda do vídeo para entender a conversa toda)

Aqui o vídeo de Tiago convidando a comunidade deficiente auditiva para cortar cabelos no salão dele:

Tradução do vídeo

Oi, meu nome é Tiago Rocha. Eu sou ouvinte, trabalho como cabeleireiro.  Eu atendo homens e mulheres. Gostaria de convidar todos os surdos para utilizar nossos serviços como corte de cabelo, barba e sobrancelhas. Vocês podem procurar meus trabalhos no Facebook. Existem fotos e vídeos. O nome da página é Supremo Cabelo e Estética. Localizado em São Caetano do Sul – SP. Você pode me enviar mensagem no Facebook e WhatsApp com alguma dúvida ou curiosidades. Por favor, compartilhe e curta esse vídeo. Muito obrigado e tchau.

Onde

O salão do Tiago fica em São Caetano do Sul na Grande São Paulo.

Se você mora nas proximidades, avise seu amigo deficiente auditivo.

Agora, se é proprietário de um salão em outra região do Brasil, não é uma bela ideia pra ser copiada?

Serviço

Supremo Cabelo e Estética 

Rua Amazonas, 418, Centro

Sao Caetano do Sul – SP

Da redação do SóNotíciaBoa